Por ulisses.valentim

Salvador - Uma seleção apontada por muitos especialistas como potencial surpresa da Copa do Mundo falhou nessa expectativa. Assim pode ser definida a campanha da Bósnia na Copa do Mundo. O técnico Safet Susic lamentou a falta de experiência do seu elenco em uma competição mundial desse nível.

LEIA MAIS: Bósnia se despede com vitória e elimina Irã da Copa do Mundo

"O primeiro jogo foi bom, encaramos de igual para igual a Argentina. No segundo, se aquele gol do Dzeko não fosse anulado, tudo seria diferente, temos jogadores que atuam em grandes clubes da Europa, mas faltou um pouco de experiência. Pois nos momentos decisivos faltou um pouco de poder de decisão em momentos chaves nos outros jogos", comentou.

Safet Susic não seguirá na Bósnia depois da CopaReuters

O comandante também fez questão de parabenizar seus jogadores pela primeira vitória da Bósnia na história das Copas do Mundo. Mesmo com o feito, Susic também não deixou de reclamar de um erro de arbitragem (no jogo contra a Nigéria, Dzeko teve um gol anulado de forma irregular). Segundo ele, se não fosse isso, os europeus poderiam estar comemorando o acesso para as oitavas de final.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

"Em primeiro lugar eu parabenizo os meus jogadores por essa vitória, se tivéssemos um pouco mais de sorte e ter jogado melhor e sem erros de arbitragem no jogo contra a Nigéria poderíamos estar agora comemorando a vaga para as oitavas de final, mas isso faz parte do futebol. Estou triste por quem decepcionamos, pois temos uma boa equipe com bons valores. Temos de pensar melhor nos próximos campeonatos que nos esperam", finalizou.

Você pode gostar