Por rafael.arantes

Fortaleza - Apenas um povo vibrou mais que os mineiros presentes no Mineirão: o cearense. Na Fan Fest de Fortaleza, mais de 30 mil torcedores sofreram com o risco de não poderem reencontrar a Seleção, mas, no fim, explodiram com o pênalti de Jara na trave e prometem uma recepção calorosa para o duelo com a Colômbia na sexta-feira.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

As unhas penaram. Apesar da festa com o gol brasileiro, o baixo rendimento do time em campo gerou uma tensão que parecia não ter fim. Com as defesas de Julio Cesar nos pênaltis, o retorno do Brasil à cidade ficou perto, só que pareceu escapar entre os dedos com os erros de Willian e Hulk. Da euforia ao desespero, uma mantanha russa de sentimentos.

De boné amarelo%2C Rodilson Ribeiro faz a festa na Fan FestFabio Falcão Cazes

Tanta tortura emocional que Rondilson Ribeiro, prefeito da cidade de Salitre, no interior do Ceará, preferiu virar as costas durante a disputa de penalidades. Juntamente com cinco amigos, ele assistiu ao jogo no meio do povo e comemorou muito a possibilidade de ver a Seleção no Castelão.

"Nem vi direito o que aconteceu. O coração foi a mil. Já estava achando que teria que dar o ingresso. Se não fosse o Brasil, não iria. Ainda bem que tudo deu certo. Sexta-feira estarei lá e, se Deus quiser, vou comemorar mais uma vitória", disse Rondilson.

Já o paulista Cláudio Estevão, que acompanha sua sexta Copa do Mundo, não ficou tão satisfeito com a atuação brasileira. Com um cartaz gozando os chilenos, ele só teve coragem de exibí-lo depois que Jara perdeu o pênalti. A preocupação para a sequência do Mundial é grande.

"Nós não temos tática. Dependemos apenas da individualidade de alguns jogadores. Alguém tem que aparecer para dar suporte ao Neymar. Sozinho, ele não vai conseguir. Acho muito difícil ganharmos o hexa nessa Copa, mas estou torcendo e vou estar no Castelão na sexta", afirmou Estevão, apreensivo.

Claudio Estevão tira onda com chilenos em FortalezFabio Falcão Cazes

Assim que acabou a partida, os cearenses iniciaram uma contagem regressiva para reencontrar Julio Cesar, Neymar e companhia. Durante uma semana, Fortaleza será a capital do futebol no Brasil.

Você pode gostar