Por rodrigo.hang

Minas Gerais - A campanha impecável da seleção argentina, com três vitórias em três jogos, não evitou que o goleiro Sergio Romero cobrasse dedicação extrema aos companheiros de equipe, para que não haja eliminação precoce da seleção na Copa do Mundo.

Romero não quer que insucesso na África do Sul se repita no BrasilReuters

"Já vivemos isso na África do Sul, quatro anos atrás, quando ganhamos muito bem do México nas oitavas de final e depois recebemos aquela 'bofetada' da Alemanha", disse o titular 'albiceleste', se recordando da campanha que tinha quatro vitórias, mas parou em goleada sofrida diante dos tricampeões por 4 a 0.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

"A mudança do Mundial é brusca a partir de agora, porque quando se joga fase de grupos, é preciso somar pontos para classificar. Agora a margem de erro é nula" completou o goleiro, em entrevista exclusiva à Agência Efe.

Romero ainda avaliou o próximo rival da Argentina: a Suíça. As duas seleções se encontrarão nesta terça-feira, às 13h), na Arena Corinthians, em São Paulo.

>>> LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

"É um rival europeu que joga diferente dos nossos rivais anteriores. Fica muito mais com a bola. Eles têm um grande poderio quando Inler controla as ações. E quando a bola chega a Shaqiri pode haver muito perigo", afirmou.

Romero foi titular da Argentina nos três jogos disputados até aqui na Copa. O goleiro está confirmado para o proximo compromisso da seleção.

Você pode gostar