Há 19 anos no país, chef francês verá pela primeira vez os ‘Bleus’ em ação

França enfrenta a Nigéria nesta segunda-feira em Brasília

Por O Dia

Brasília - Em Brasília é possível encontrar um pedacinho da França. A atmosfera parisiense da cafeteria e confeitaria Daniel Briand, com garçons usando boinas, pratos e decoração ao estilo francês, foi idealizada pelo chef que batiza o local há 19 anos. “É um pedaço da França por aqui e vamos receber muitos franceses. Quando conheci minha mulher, ela queria montar um café parisiense no Brasil. Foi mais fácil trazer o professor”, brinca Daniel Briand, que conheceu a brasileira Luiza Venturelli em Paris, casou e se mudou para Brasília.

Daniel Briand é proprietário de um café%2C em BrasíliaErnesto Carriço

Desde então, o francês obteve dupla cidadania e divide seu coração entre França e Brasil. Hoje é a vez de torcer pelos Bleus.

LEIA MAIS: A tabela e a classificação da Copa do Mundo

“Comprei o ingresso para o jogo, já estava contando com a França. Será a primeira vez que verei um jogo dela no estádio. Obrigado, Brasil!”, agradece Daniel, que surpreendeu-se com a atuação da seleção: “A França está se revelando. Não sei se tem capacidade para ser campeã, mas tem jogado com garra, vontade e muito bem. É agradável vê-la”.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Otimista, Daniel já visualiza um jogo dos sonhos na semifinal, entre França e Brasil, e, confessa, ficará dividido: “Se a Argentina for à final, deixamos o Brasil passar porque quero muito ver esse jogo. Se for outra seleção, quero que seja a França.”

Últimas de _legado_Copa do Mundo