M'Bolhi lamenta derrota, mas ressalta: 'Fizemos história pelo futebol argelino'

Goleiro afirma que sua seleção é 'capaz de jogar em nível elevado', mas revela decepção pela derrota para a Alemanha, já na prorrogação, que culminou na eliminação dos africanos

Por O Dia

Rio Grande do Sul - Eleito o melhor em campo mesmo com a derrota por 2 a 1 para a Alemanha na prorrogação nesta segunda-feira no Beira-Rio, o goleiro argelino Rais M'bolhi enalteceu o fato de sua seleção ter participado das oitavas de final da Copa do Mundo pela primeira vez na história e ter jogado de igual para igual com a tricampeã mundial.

Ufa! Alemanha bate a Argélia no tempo extra e vai pegar a França no Maracanã

Goleiro da Argélia foi o melhor em campo no Beira-RioEfe

'Argélia mostrou ao mundo que tem um bom time', diz zagueiro, após eliminação

"Agora escrevemos a história do futebol argelino, isso é muito bom. Temos essa base para continuar. Somos capazes de jogar em um nível elevado. Esta Copa do Mundo é nossa referência para seguir em frente", comemorou o arqueiro argelino, que negou que sua equipe tenha se cansado na prorrogação e apontou alguns méritos do elenco.

>>> LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

"Estávamos preparados para este jogo. De qualquer maneira, a Alemanha é uma equipe muito forte. Mas quero parabenizar todos os meus companheiros. Não foi uma questão física, foram outras coisas que conduziram a este resultado. Não sei o que faltou, mas enfrentamos uma equipe muito forte. Faltou não ter levado os dois gols. Não sei mais o que dizer, estamos muito decepcionados. Mas houve chances, apesar de ser um adversário muito forte", completou, resignado.

Últimas de _legado_Copa do Mundo