Tratamento de choque na Granja Comary

Caçado contra o Chile, Neymar é submetido a descargas elétricas para ficar em condições de enfrentar a Colômbia

Por O Dia

Rio - A temporada de caça a Neymar foi aberta no dia 12 de junho. O ímpeto e poder de improviso dentro de campo renderam ao craque duas pancadas na suada classificação sobre o Chile. Com dores no joelho direito e um edema na coxa esquerda, o camisa 10 chegou à Granja mancando. Por meio da assessoria de imprensa, o médico José Luiz Runco garantiu que Neymar enfrentará a Colômbia. No entanto, sua presença nos próximos treinos é incerta e dependerá de avaliações do departamento médico. No domingo, o craque utilizou um aparelho que dá choques elétricos, tudo para estar em condições de jogo na sexta.

Seleção brasileira vai utilizar ajuda de psicóloga Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Dentro de campo, o atacante foi o segundo jogador que mais sofreu faltas: 14, em quatro partidas. O número poderia ser maior se o rigor da arbitragem fosse mais alto. O tratamento intensivo foi iniciado no domingo com acompanhamento do fisioterapeuta Rafael Martini. Ninguém trabalha com a hipótese de desfalque do craque.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

“Claro que ele vai jogar. Neymar tem esse estilo de partir para cima e isso acarreta um pouco mais de faltas. Ninguém vai caminhar tranquilamente com a bola numa Copa. Ele não está machucado, meu sentimento é o mesmo para que ele fique 100% logo e esteja preparado para o próximo jogo”, disse Fernandinho.

A boa notícia é que David Luiz melhorou. As dores nas costas diminuíram e a previsão é de que o zagueiro esteja melhor para o jogo contra a Colômbia. Suspenso, Luiz Gustavo terá tempo para se recuperar do problema no joelho direito.

Últimas de _legado_Copa do Mundo