'Quase chorei após marcar o gol', revela Lukaku após classificação da Bélgica

Atacante entrou no decorrer do jogo contra os EUA e foi decisivo para que o time belga garantisse vaga às quartas

Por O Dia

Bahia - Tido como o homem que mudou o jogo, Romelu Lukaku substituiu Divock Origi já na prorrogação do duelo entre Bélgica e Estados Unidos desta terça-feira, válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014, e foi protagonista na sofrida classificação de seu time.

Bélgica desencanta na prorrogação, vence os EUA e vai às quartas de final

Lukaku foi decisivo para a Bélgica na partida contra os americanos, em SalvadorReuters

Classificado, Wilmots mostra confiança total na Bélgica: 'Estamos preparados'

O atacante de 21 anos só precisou de três minutos para fazer uma bela jogada pela ponta-direita e tocar para Kevin De Bruyne abrir o placar, então empatado em 0 a 0. Ainda no primeiro tempo da prorrogação, recebeu o favor de volta, ao receber de De Bruyne para ampliar. Os EUA ainda descontaram com Green, mas não conseguiram o empate.

"Quase chorei após marcar o gol. Foi o maior momento da minha vida. Marcar um gol em Copa do Mundo com 21 anos é algo pelo qual tenho treinado desde quando ainda era um garoto", disse Lukaku, emocionado, na zona mista da Fonte Nova.

>>> LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Nas quartas de final, a Bélgica tem pela frente a Argentina, em Brasília, no Mané Garrincha. O duelo está marcado para o sábado, às 13h, e marca o encontro de duas equipes que seguem com 100% de aproveitamento na Copa do Mundo.

Últimas de _legado_Copa do Mundo