Por pedro.logato

Ceará - Neymar ficou fora da Copa do Mundo depois de sofrer uma joelhada nas costas nos minutos finais da partida contra a Colômbia em Fortaleza. E para os jogadores da seleção brasileira o lance da falta de Camilo Zuñiga no atacante brasileiro poderia ser evitado ou até inibido se o árbitro da partida, o espanhol Carlos Velasco, tivesse sido mais duro com as entradas violentas do jogo antes desse lance.

Para Maicon, lateral que jogou no lugar de Daniel Alves, o erro de Velasco foi só mais entre os árbitros coniventes com faltas violentas recebidas pelo brasileiro.

Neymar está fora da Copa do MundoReuters

“O que fizeram com o Neymar é brincadeira. De novo. Neymar está apanhando e ninguém faz nada. O cara dá uma porrada nele e não leva cartão. Impressionante. Já quase ficou fora do jogo contra a Colômbia porque levou uma porrada contra o Chile. E outro lá nem cartão tomou. Não sei o critério que estão considerando nessa Copa. Eu preferia que ele tomasse uma mordida para que ele não estivesse nessa situação”, disse Maicon.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

David Luiz, um dos líderes da equipe, não escondeu a tristeza depois de receber ainda no Castelão a noticia de que não teria mais Neymar como colega de equipe.

Maicon comparou lance de Zúñiga com lance de SuárezReuters

Sobre o árbitro, ele também deixou suas críticas. “Em alguns momentos foi bem, mas em muitos outros vacilou. Poderia ter dado mais uns dois amarelos. Até para prevenir a lesão do Ney”, disse o zagueiro, que também contemporizou. “É difícil para o árbitro também. É um clássico sul-americano. Numa quartas de final, com jogadores muito rápidos, só tem contato no final e tem de fazer uma falta”, disse o autor do segundo gol da vitória do Brasil.

“Neymar é um menino que só traz coisas boas para o futebol, só brilho e magia e de repente está fora de uma Copa por conta de um lance que a defesa poderia ter evitado”, avaliou.

Você pode gostar