Por pedro.logato

Minas Gerais - A goleada sofrida para a Alemanha nesta terça-feira foi difícil de ser explicada pelos jogadores e membros da comissão técnica brasileira. Preterido por Felipão, que optou por Maicon nos dois últimos jogos na Copa, Daniel Alves afirmou que não acredita que o vexame histórico do Mineirão vá manchar a carreira dos jogadores brasileiros.

LEIA MAIS: Brasil é humilhado pela Alemanha e amarga o pior vexame em Copas

Daniel Alves consola OscarReuters

"O futebol às vezes mostra coisas como essas. Temos que tirar alguma lição dessa partida. Acredito que a nossa carreira ou nossa história do futebol não depentem de pontualidades, o que aconteceu hoje foi uma pontualidade e creio que vamos conseguir caminhar para uma volta por cima", afirmou.

LEIA MAIS: Felipão assume culpa pelo vexame do Brasil: 'Foi o pior dia da minha vida'

Diante da Alemanha, o Brasil foi goleado por 7 a 1, no Mineirão. O resultado foi a maior derrota sofrida pela Seleção na sua história. Os rivais europeus estão classificados para a final da Copa do Mundo.

Você pode gostar