Mais Lidas

Cesare Prandelli revela ter recebido ameaças enquanto era treinador da Itália

Equipe foi eliminada ainda na primeira fase da Copa do Mundo

Por victor.abreu

Prandelli ficará no Galatasaray por duas temporadasReuters

Itália - Cesare Prandelli está mais aliviado. Depois de ser anunciado como novo treinador do Galatasaray, o italiano que dirigiu a Azzurra na Copa do Mundo. Nesta terça-feira, ele explicou alguns motivos que o fizeram pedir demissão do cargo.

LEIA MAIS: Confira notícias e bastidores da Copa do Mundo

“Eu e minha família estamos recebendo várias cartas de ameaças por pessoas que se consideram torcedoras. Eu decidi pedir demissão e não pedir nenhum bônus da Federação Italiana, e prometi a mim mesmo que não treinarei mais nenhum time italiano. Pelo menos neste momento”, confidenciou Prandelli, em uma entrevista coletiva exclusiva para jornalistas italianos.

Outro fato que entristeceu Prandelli foram algumas 'brincadeiras' de mau gosto. O treinador teria sido comparado ao capitão do navio Costa Concordia, Francesco Schettino, responsável pelo naufrágio da embarcação que matou 32 pessoas.

“Durante a Copa do Mundo talvez tivemos alguns jogadores assustados com a pressão, mas o grupo estava sólido, não devastado, como alguém reportou. Ser comparado com Schettino foi o que mais doeu para mim”, desabafou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia