Por rodrigo.hang

São Paulo - Faltou pouco para que a Arena Corinthians não tivesse visto uma repetição da inusitada alteração dos goleiros da Holanda ao final da prorrogação contra a Argentina, pela semifinal da Copa do Mundo. Mas o técnico holandês Louis Van Gaal não teve como realizar a substituição e lamentou o azar de sua equipe, mesmo invicta, não ter a chance de disputar o título mundial diante da Alemanha, no próximo domingo.

Pesadelo continua! Argentina vence a Holanda nos pênaltis e está na final

Técnico da Holanda menospreza disputa pelo terceiro lugar da Copa do MundoReuters

Com pênalti perdido e eliminação, meia Sneijder revela sentimento: 'É doloroso'

“Só não fiz a alteração porque já tinha queimado as três antes de terminar a prorrogação. Se tivesse oportunidade, mudado o goleiro”, disse Van Gaal, referindo-se ao reserva Tim Krul, que atua no Newcastle (ING) e que foi o herói da classificação holandesa para as semifinais, após pegar dois pênaltis diante da Costa Rica, no último sábado.

Se não tivesse sido obrigado a fazer três alterações durante os 120 minutos, duas delas (De Jon e Van Persie) por razões físicas, talvez o sisudo treinador holandês estivesse comemorando agora a classificação para a quarta decisão de Copa do Mundo da Holanda.

Mesmo desapontado com derrota na semi, Robben exalta Holanda: 'Orgulho'

“Nós disputamos uma competição excelente, apesar de muita gente achar que nem passaríamos da fase de grupos. Ainda assim, fizemos uma partida extremamente equilibrada contra a Argentina, mas ganhar nos pênaltis é questão de sorte”, disse o treinador, se referindo à cobrança desperdiçada pelo zagueiro Vlaar.

“Eu tinha outros dois nomes escolhidos para bater primeiro, mas o Vlaar se mostrou tão confiante que eu não tive escolha. Infelizmente para nós, ele errou”, lamentou Van Gaal.

O treinador fugiu de qualquer comentário a respeito do confronto com a seleção brasileira neste sábado, em Brasília, pela disputa do terceiro lugar. Ao ser perguntado sobre o que achou do 7 a 1 da Alemanha, foi curto é grosso, dizendo que "é tão ruim quanto perder nos pênaltis".

Messi chama jogadores argentinos de 'fenômenos' e exalta classificação à final

Por fim, o técnico Louis van Gaal destilou todo o seu desprezo a respeito da decisão do terceiro lugar da Copa do Mundo. Para ele, esta disputa não deveria existir e diz que só o título mundial é que realmente vale numa competição como essa.

“Acho que este jogo nunca deveria ser disputado. Falo isso há 15 anos. É injusto, porque uma equipe como a nossa, que estava invicta e foi eliminada nos pênaltis, pode ser derrotada novamente e isso não representará nada a respeito do que houve durante toda a campanha. Numa Copa do Mundo só existe um prêmio, que é o troféu de campeão. Logo, este jogo não faz o menor sentido”, finalizou Van Gaal.

Você pode gostar