Duelo repetido das duas últimas Copas

Onze alemães e oito argentinos já se enfrentaram nas Copas de 2006 e 2010

Por O Dia

Rio - Nas últimas duas Copas, Alemanha e Argentina se esbarraram, e os hermanos acabaram eliminados em ambas, sempre nas quartas de final. Na primeira vez, em 2006, os alemães se saíram melhor na disputa por pênaltis. Quatro anos atrás, varreram a equipe de Maradona com goleada por 4 a 0. Muitos remanescentes, dos dois lados, jogarão a final de hoje.

Argentina foi eliminada pela Alemanha em 2006 nos pênaltisReuters

Na equipe de Joachim Löw, são muitos veteranos do clássico: em 2006, estavam o agora capitão Lahm, o astro Schweinsteiger, o atacante Klose, o zagueiro Mertesacker e o ‘brasuca’ Podolski. Com exceção de Klose, os demais ainda estavam em começo de carreira. Todos já passaram da casa dos 100 jogos pelo país. Já em 2010, faziam parte do grupo, além dos acima citados, Thomas Müller, Özil, Kroos, Khedira, Boateng e Neuer. Titulares no Brasil.

Argentina foi eliminada em 2010 com uma goleada alemã Reuters

Na Argentina, que não passou pelo mesmo processo de recomposição, de 2006 sobram Palacio, Mascherano, Maxi Rodríguez e Messi, na época prodigioso reserva. Entraram na lista em 2010 Agüero, Di María, Higuaín e o goleiro Romero. Oito argentinos contra 11 alemães. Vale lembrar que Löw assumiu a Alemanha logo após a Copa de 2006 e, no mesmo período, a Argentina contou com quatro comandantes diferentes.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Klose, o maior artilheiro da história das Copas, relembra com alegria os duelos. O veterano fez o gol de empate da Alemanha em 2006 e marcou outros dois na goleada de 2010. Os hermanos são as maiores vítimas do jogador, ao lado da Arábia Saudita. E ainda há mais espaço para ampliar a vantagem sobre o agora vice-líder Ronaldo.


Reportagem de Lucas Cahill

Últimas de _legado_Copa do Mundo