Por felippe.franco

Bahia - O Neymar versão Barcelona deverá ganhar uns quilinhos. Pelo menos foi o que o médico Ricard Pruna, do clube catalão, deixou claro ao comentar o físico do craque. Na avaliação dele, Neymar precisa de mais peso, numa rotina que se repete com jogadores brasileiros que vão atuar na Europa.

Condição física de Neymar é assunto recorrenteAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Médico da seleção brasileira, José Luiz Runco não vê problemas na possibilidade de o clube espanhol encorpar um pouco mais o craque. Mas ele preferiu deixar o assunto a cargo do Barça.

“Na Seleção, nós não temos o controle da sequência de um atleta como se tem no clube. Ele está dentro da normalidade do seu peso. Se pode ou não ganhar mais peso, só a sequência de trabalho no clube vai dizer”, afirmou.

Runco lembrou que Neymar acabou de fazer 21 anos.

“É a idade em que há a configuração normal de toda a estrutura musculoesquelética. Ele pode ganhar um pouco mais de peso sem atrapalhar a atividade dele”, declarou em entrevista coletiva na capital cearense.

Na véspera, o médico Ricard Pruna comentara o físico do craque.

“A primeira impressão é de que o peso de 64,5 quilos tem tendência a cair e talvez lhe faltem alguns quilinhos a mais, mas eu não posso dizer exatamente quanto”, ressaltou.

De acordo com Pruna, ao longo da temporada o trabalho será definido.

“Vamos conhecer o jogador e colheremos dados constantemente”, explicou.

O peso de Neymar já havia sido assunto na seleção brasileira. Logo na preparação para a Copa das Confederações, o técnico Luiz Felipe Scolari revelou que o camisa 10 havia perdido dois quilos por conta do desgaste da viagem à Espanha para se apresentar ao Barcelona, mas que já tinha recuperado o peso. O craque também comentou sobre isso no dia 13, na única entrevista coletiva que concedeu desde que se apresentou.

“Os dois quilos que eu perdi não foram no fim da transação (com o Barcelona). Foi a viagem que eu fiz. Foi corrida. Acabei não comendo direito, não me alimentando direito. Acabei perdendo peso. Mas já recuperei”, garantiu.

Você pode gostar