Por rafael.arantes

Rio - A forçada turnê do Flamengo pelo país é vista de forma positiva por Zico, maior ídolo da história do clube. Para ele, a torcida rubro-negra, espalhada pelo Brasil, deve ter o direito de ver, de vez em quando, o time jogar ao vivo, no estádio. As últimas sete partidas da equipe dirigida por Jorginho aconteceram fora do Rio de Janeiro. E não há previsão de quando será o próximo jogo em terras cariocas.

“O Flamengo não é só do Rio de Janeiro. O Flamengo é Brasil, tem torcida em todos os lugares. Já falei isso outras vezes. Acho que há outras gamas de torcedores que devem ter também a oportunidade de ver o time do Flamengo”, disse o Galinho de Quintino, que estava em Brasília, onde foi recebido pelo deputado federal Romário em seu gabinete para discutir maneiras de apoiar a realização de uma Copa do Mundo para atletas com deficiência intelectual e motora, no Rio de Janeiro, em novembro de 2014.

“Brasília deu uma demonstração de que pode ser um destes lugares”, afirmou.

Zico aprova turnê do FlamengoZico

Apesar de fazer a festa da torcida do Flamengo fora do Rio, a decisão de jogar longe dos cariocas é uma consequência da falta de estádios na cidade. Hoje, apenas São Januário, casa do Vasco, poderia receber um jogo de Campeonato Brasileiro. O Engenhão está interditado e o Maracanã só estará à disposição dos clubes depois da Copa das Confederações.

Mas para Zico a diretoria deveria estudar a possibilidade de continuar mandando alguns jogos em outros estados, mesmo quando os estádios no Rio estiverem novamente de portas abertas.

“Devido aos problemas que estão acontecendo no Rio de Janeiro, com os estádios, acho que o Flamengo deveria mandar alguns jogos fora do Rio. Até mesmo quando os estádios estiverem disponíveis”, completou o Galinho.

Você pode gostar