Flamengo segue cauteloso por acordo com consórcio do Maracanã

Presidente Eduardo Bandeira de Mello espera as condições oferecidas para firmar a parceria

Por O Dia

Rio - Se o povo carioca já está cada vez mais adaptado ao novo Maracanã, resta aos clubes ficarem do mesmo jeito. Ainda em negociação para mandar seus jogos no lendário estádio, o Flamengo espera pelas condições oferecidas pelo Consórcio responsável pela arena para firmar o acordo.

Bandeira está cauteloso com reforçosDivulgação

Segundo o presidente Eduardo Bandeira de Mello, o desfecho da situação deve ocorrer em breve, mas a postura ainda é de cautela na Gávea. "A negociação com o Consórcio Maracanã prossegue. Pretendemos que chegue a um final feliz, mas isso requer muito cuidado nosso. Só podemos fechar contrato se for algo excelente para o Flamengo. Acredito que chegaremos a um bom termo, mas não podemos nos precipitar", avisou o dirigente, que ainda espera por uma solução para a verba que deve ser liberada pela prefeitura para a sequência da reforma no Ninho do Urubu.

"Estamos na expectativa para que essa questão seja resolvida. Existe uma ansiedade muito grande porque o centro de treinamento é fundamental para nós. O prefeito Eduardo Paes, no evento de homenagem ao aniversário do Zico em março, anunciou que nos ajudaria na conclusão da primeira fase do CT. Ninguém imagina que o prefeito volte atrás na ideia que teve inicialmente. Temos uma audiência marcada com ele para a próxima semana e imagino que tudo será resolvido porque a prefeitura do Rio já sinalizou que pretende fortalecer os grande clubes da cidade. Tenho certeza que teremos uma boa notícia a curto prazo", concluiu.

A expectativa é de que o clássico entre Flamengo e Vasco, no dia 14 de julho, possa acontecer no Maracanã, já que o confronto entre Fluminense e Botafogo, uma semana antes, também está perto de ser realizado no estádio.