Por pedro.logato

Rio - Apenas 15 quinze minutos antes do jogo começar que a presença de Elias foi confirmada para o duelo contra o Cruzeiro. Em boa fase na equipe e em clima de amor com a torcida, a entrada do camisa 8 em campo já foi bastante festejada, e para completar o clamor pelo atleta, a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil ocorreu aos 42 minutos do segundo tempo, graças ao gol justamente do novo capitão.

Elias comemora o seu gol contra o CruzeiroMárcio Mercante / Agência O Dia

Consagrado! Elias demonstrou o verdadeiro espírito do "raça, amor e paixão". Nem mesmo a lesão fez o novo xodó da torcida rubro-negra ficar fora do até então jogo do ano para o clube da Gávea. O jogador, que foi contratado com status de um dos craques do time, vem mostrando serviço e encantando cada vez mais a Nação rubro-negra.

Ao deixar o gramado do Maracanã, a sensação era a de êxtase. Elias vibrou, foi aclamado pela torcida e pelos companheiros e o discurso pós-jogo foi o de comemoração e de entusiasmo para o restante da competição.

"É uma emoção muito grande, quase não entrei em campo e consegui sair de campo com esse gol. Quero agradecer a todo o departamento médico, jogadores e a essa torcida maravilhosa que me incentivou durante os 90 minutos. Não tenho palavras, é a segunda vez que acontece isso comigo. Um jogo difícil, um mata-mata e consegui ajudar o time. Agora é comemorar com minha família e meus amigos", disse o camisa 8.

Mais uma vez, Elias foi o grande nome rubro-nego num jogo no novo Maracanã. Se contra o Botafogo o gol no fim foi sinônimo de alívio pelo empate nos minutos finais, contra o Cruzeiro, a sensação é totalmente de empolgação. O craque, o herói.

Bola cruzada da direita e um chute de perna direita no canto esquedo do goleiro Fábio marcam a noite do volante Elias: o novo maestro rubro-negro.

Você pode gostar