Em resposta ao Sporting, Elias diz que clube não teve interesse em quitar dívida

Resolução entre clube e jogador vai caber a Fifa

Por O Dia

Rio - Envolvido em uma polêmica com o Sporting, clube que detém os seus direitos econômicos, o volante Elias soltou uma nota oficial nesta quarta-feira. Na declaração, o jogador afirma que não tem qualquer problema com a instituição portuguesa e com a sua torcida e reforça os serviços prestado ao time. Porém, o jogador disse que vai entrar na Fifa com um processo contra o time de Lisboa.

Contratado pelo clube português em 2011, Elias não conseguiu repetir as boa atuações. que teve no Corinthians pelo Sporting. No Flamengo, por empréstimo, o volante passou a cobrar uma rescisão de contrato da equipe lusitana por conta de atrasos salariais. Nesta semana, o Sporting enviou uma nota afirmando que processaria Elias, o que gerou a reação do atleta.

Elias e Sporting não se acertamAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Confira a nota oficial de Elias:

''Em atenção às diversas notícias e notas oficias publicadas referente ao meu contrato com o Sporting Clube de Portugal, venho através da presente nota esclarecer que:

1) Em nenhum momento eu, Elias Mendes Trindade, faltei com a verdade ou ofendi a honra ou o bom nome do Sporting, seus diretores, muito menos de sua calorosa torcida.

2) Insistentemente questionado pela imprensa sobre os motivos pelos quais deixei de atuar pelo Sporting, sempre deixei claro que foi por mútuo consentimento, em virtude de problemas financeiros da equipe, que inclusive culminaram com a pública renúncia de seus principais diretores.

3) Os problemas financeiros fizeram com que o Sporting Clube de Portugal não honrasse o acertado comigo em mais de uma oportunidade. Há valores pendentes referentes a outubro de 2011, e meus representantes vêm tentando negociar um acordo amigável desde então.

4) Em agosto de 2012 a dívida foi renegociada e o Sporting não honrou os pagamentos nas datas aprazadas.

5) Em maio de 2013 tentou-se um novo acordo, também não honado pelo Sporting.

6) Em agosto de 2013, antes da propositura de medida perante a Fifa, tentou-se, em vão, uma nova composição.

7) Em que pese a dívida e o desinteresse do Sporting emk negociar uma forma de pagamento, meu contrato permanece válido e meus direitos federativos vinculados ao clube até que o órgão competente da Fifa decida a questão.

8) É importante esse esclarecimento à imprensa, aos acionistas e, principalmente, aos aficionados do Sporting.''