Procon ameaça bloquear renda se Flamengo não reduzir preço do ingresso

Secretária da entidade diz que já existe ação pronta para multar o clube se não houver acordo na reunião desta quarta

Por O Dia

Rio - O alto valor dos ingressos para a partida entre Flamengo e Atlético-PR, pela final da Copa do Brasil, pode se transformar em uma batalha judicial. O Procon-RJ já notificou e cobrou explicações do Rubro-Negro pelo aumento do valor das entradas (variam de R$ 75, a meia-entrada para sócio-torcedor, a R$ 800). Nesta terça-feira, o diretor de marketing do Flamengo, Fred Luz, descartou qualquer possibilidade de abaixar os preços.

>>> LEIA MAIS: Procon cobra explicação do Flamengo sobre preço dos ingressos
>>> LEIA MAIS: Diretor de marketing do Flamengo descarta reduzir valor dos ingressos

No entanto, a secretária da instituição, Cidinha Campos, garantiu ao O DIA que a situação será mudada. Segundo Cidinha Campos, caso a diretoria do Flamengo não entre em acordo com o Procon na reunião desta quarta-feira, o clube será autuado e multado em razão do aumento dos preços dos ingressos para a partida do dia 27 de novembro, no Maracanã. 

"A ação já está pronta, eles virão aqui amanhã (quarta-feira) e, se não houver um acordo, nós vamos pedir o bloqueio da renda à Justiça. Se eles não reduzirem estes valores, vamos autuar e multar, se for necessário. Já fizemos o pedido de todo o faturamento do Flamengo nos últimos três meses, sabemos o quanto cobraram em cada jogo, o quanto faturou. E a multa, por lei, é em cima de todo o faturamento da empresa ou instituição nos últimos três meses", afirmou.

Guerra dos ingressos: Torcida do Fla se espantou com valor das entradas para a final da Copa do BrasilJoão Laet / Agência O Dia

Quanto aos comentários do diretor de marketing rubro-negro Fred Luz, Cidinha garantiu não se importar. Segundo a secretária, a alta quantidade de pedidos de torcedores para que o Procon consiga mudar esta situação mostra que a suposta grande procura pelos ingressos, mencionada pelo dirigente rubro-negro, não deve ser verdadeira.

"Talvez todos os milionários do Rio tenham aderido ao Flamengo, mas o que nós estamos recebendo aqui são pedidos de torcedores para que a gente consiga impedir essa venda e nós vamos conseguir isso", disse a secretária do Procon.

Cidinha Campos lembrou que o Procon pode interferir nos preços dos ingressos. "Claro que temos esse poder, é uma relação de consumo. Quando ele diz que a procura é enorme, que está praticamente esgotado, ele está jogando. O que importa é que está sendo cobrado um valor muito acima do aceitável, ainda que tenha gente que pague qualquer preço por esses ingressos", avaliou.

Preços cobrados pelo Flamengo para os ingressos da final da Copa do Brasil no dia 27:

Setores Norte e Sul

Inteira: R$250 / Sócio-torcedor R$150

Meia entrada: R$125 / Sócio-torcedor R$75

Setor Leste Superior

Inteira: R$350 / Sócio-torcedor R$210

Meia entrada: R$175 / Sócio-torcedor R$105

Setores Leste e Oeste Inferior

Inteira: R$500 / Sócio-torcedor R$300

Meia entrada: R$250 / Sócio-torcedor R$150

Setor Maracanã Mais

Inteira: R$800 / Sócio-torcedor R$480

Meia entrada: R$400 / Sócio-torcedor R$240