Torcida do Flamengo faz protesto em frente à sede da Gávea

Cerca de 40 rubro-negros reivindicaram o preço dos ingressos para a final da Copa do Brasil

Por O Dia

Rio - A sexta-feira foi de protestos na Gávea. Cerca de 40 torcedores marcaram presença na entrada da sede rubro-negra para reivindicar os altos preços dos ingressos para a decisão da Copa do Brasil. Nesta tarde, a diretoria conseguiu derrubar a liminar que obrigava o clube a reduzir o valor dos bilhetes.

Com início marcado para as 13h, as atividades na Gávea começaram com cerca de uma hora de atraso. Faixas com dizeres "Respeite a Nação! R# 250 não!" figuraram na frente da entrada. Em um dos cartazes, a diretoria rubro-negra chegou a ser chamada de mercenária.

Esta sexta, no entanto, deveria ser marcada por festas. O Flamengo está completando 118 anos de fundação, mas o clube não programou nenhuma atividade comemorativa.

Polêmica dos ingressos

Durante a semana, o alto valor dos ingressos para a final da Copa do Brasil se tornou uma verdadeira novela. Com um aumento surpreendente no preço cobrado para o segundo jogo da decisão, o Flamengo acabou vendo o caso parar na justiça. O Ministério Público e o Procon entraram com ação pedindo a redução do valor dos bilhetes, no entanto, o Flamengo conseguiu derrubar as liminares que obrigavam o preço a ser reduzido.