Por fabio.klotz
Rio - Hernane teve uma alegre surpresa quando deixava o Maracanã após a conquista tricampeonato da Copa do Brasil. Ainda no estacionamento do estádio, o destemido artilheiro, novo rei de uma Nação inflamada pelo título, ficou parado por alguns segundos com olhos cheios d’água e, sem parecer acreditar, foi ao encontro emocionado da mãe.
Hernane terminou a Copa do Brasil como artilheiro%3A 8 golsMárcio Mercante / Agência O Dia

Sem nunca ter ido ao Maracanã, dona Merieme Vidal, de 53 anos, andou pela primeira vez de avião e superou os seus problemas de locomoção para abraçar o filho artilheiro. Há três anos, a mãe do Brocador foi submetida a uma cirurgia de risco, por causa de um aneurisma e sofreu graves sequelas. Parte do seu lado esquerdo do corpo foi paralisado e ela passou a usar eventualmente a cadeira de rodas.

Publicidade
No encontro com o filho, porém, todos o problemas foram esquecidos. Em meio a um caloroso abraço, apenas uma feliz previsão foi lembrada pela orgulhosa mãe do camisa 9 rubro-negro.
Publicidade
“É uma emoção muito grande, inexplicável. Eu tinha dito para ele: ‘Hernane, ninguém vai fazer este gol, porque este gol é seu. É você quem vai fazê-lo’. Graças a Deus, meu filho me deu esta alegria”, comemorou dona Merieme.
Flamengo se transformou em Brocador e conquistou a Copa do Brasil Arte%3A Nei Lima

Ao ver o gol de Hernane selar a conquista do tri rubro-negro, dona Merieme disse que viu um filme passar pela sua cabeça. Ela lembrou dos momentos difíceis na carreira do Brocador, mas não deixou de mostrar, vaidosa, a medalha conquistada pelo filho.

Publicidade
“O início de carreira foi muito difícil, às vezes eu não tinha dinheiro para pegar um ônibus, mas ele pedia para ir à escolinha e eu dava um jeito. Ele é muito guerreiro e eu o ajudei. Hoje, estou muito orgulhosa e com uma medalha bem pesada no peito. Viva o Hernane Brocador!”, vibrou dona Merieme.