Por fabio.klotz

Rio - Derrotado mais uma vez no Tribunal, o Flamengo não se dá por vencido e estuda a possibilidade de levar o caso à justiça desportiva internacional, que vem a ser a Corte Internacional do Esporte (CAS). O Rubro-Negro perdeu quatro pontos por ter escalado irregularmente o lateral-esquerdo André Santos na última rodada do Brasileiro. O jogador foi expulso na Copa do Brasil e deveria ter cumprido a suspensão automática na competição subsequente.

Torcedor do Flamengo foi até o STJDMárcio Mercante / Agência O Dia

Em nota oficial, o clube lamentou a decisão do Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva e avisou: estuda a possibilidade de levar o caso adiante e procurar órgãos internacionais de justiça.

Confira a nota na íntegra

O Clube de Regatas do Flamengo lamenta a decisão do Pleno do STJD, que condenou o clube pela escalação do atleta André Santos no último, e comemorativo, jogo do Campeonato Brasileiro.

O Flamengo reitera sua total convicção de que o atleta tinha perfeitas condições de jogo, posição esta corroborada em pareceres de grandes juristas desportivos, além do depoimento do ex-diretor geral da comissão disciplinar da Fifa, órgão máximo do futebol mundial.

De forma a defender os resultados efetivamente obtidos em campo e em respeito ao torcedor / consumidor brasileiro - que acompanhou o campeonato inteiro e espera que a classificação dos times participantes reflita tão somente o seu desempenho esportivo - o Flamengo, mesmo não tendo sofrido maiores consequências com a perda de pontos definida no julgamento do STJD, estudará a possibilidade de levar seu pleito às cortes superiores de justiça esportiva internacional.

Você pode gostar