Jayme de Almeida elogia reforços e dá boa sorte a Hernane

Treinador mostra confiança no grupo, mesmo que perca seu artilheiro

Por O Dia

Rio - Nem a possível saída de Hernane abala Jayme de Almeida. O treinador, vestido da mesma serenidade de sempre, preferiu, ontem, em sua primeira entrevista no ano, exaltar aqueles que usam a porta de entrada a lamentar qualquer saída. Elano deve fazer exames médicos hoje, e Alecsandro, Leo e Frickson Erazo, na segunda-feira. Mesmo sem terem sido anunciados oficialmente, todos eles, além de Everton e Feijão, que será apresentado neste sábado, receberam muitos elogios do técnico.

Jayme gostou dos reforços do FlamengoMárcio Mercante / Agência O Dia

“Sabíamos que teríamos o Carioca, a Libertadores, a Copa do Brasil e o Brasileiro, tínhamos que aumentar e qualificar o elenco. Essas contratações vão aumentar o plantel e dar mais experiência. Estamos felizes com a vida deles e confiantes que eles possam dar certo aqui. O time encorpou no fim do ano, e eles vão chegar num ambiente muito bom, de muito trabalho, responsabilidade e amizade”, disse Jayme.

Elano foi para a Copa de 2010, já conquistou a Libertadores e é polivalente; Alecsandro fez gol por onde passou; Feijão é uma boa aposta; Everton e Leo se destacaram no Brasileiro; e Erazo, com 1,90m e 25 anos, ajuda na bola aérea e tem potencial para se tornar um grande zagueiro. Assim Jayme descreveu os reforços rubro-negros. Com esse pacote, minimizou as prováveis perdas de Elias e Luiz Antonio e até desejou sorte ao Brocador:

“O Hernane fez um ano muito bom, a valorização no futebol é normal. Não cabe a mim dizer se fica ou não. Independentemente da decisão, eu vou respeitar. É merecedor, vencedor e humilde. Torço para que seja feliz, aqui ou em outro clube.”

COM NOVO VISUAL, PAULINHO VIRA O CAÇA-RATO DO MENGÃO

Entre os jogadores, Paulinho começa a ser chamado de CR7. Mas o apelido não tem a ver com o ídolo português que se destaca no Real Madrid, na Espanha . A sigla se refere ao camisa 7 do Santa Cruz, que disputou a Série D do Campeonato Brasileiro de 2013.

Caça-Rato, na verdade, usou durante boa parte da competição um penteado moicano descolorido. Mesmo assim, Paulinho não escapou da gozação dos companheiros de time. O atacante ainda vem tentando mostrar que leva a gozação na esportiva, mas tem dado sinais de que realmente está caindo na pilha.