Amaral: O herói que virou vilão no Flamengo

Autor de gol na final da Copa do Brasil,volante vê o outro lado da moeda após expulsão

Por O Dia

México - O futebol é um esporte em que apenas um lance muda a situação de um jogador no time. Amaral sentiu isso na pele no dia 20 de novembro do ano passado, quando acertou um chutaço e empatou o primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Atlético-PR. Menos de três meses depois, o volante viu o outro lado da moeda. Foi expulso com 12 minutos na derrota do Flamengo por 2 a 1 para o León, na estreia na Libertadores da América. Foio de herói a vilão.

Amaral foi expulso em jogo no MéxicoMárcio Mercante / Agência O Dia

No vestiário, pediu desculpas aos companheiros, que aceitaram e ressaltaram a coletividade do futebol para defender o jogador, o único titular a treinar antes do embarque para o Brasil. O técnico Jayme de Almeida reclamou de Amaral, mas fez questão de isentar o volante de responsabilidade no resultado final da partida.

“O Amaral foi inexperiente. Não precisava entrar forte daquele jeito, mas ele (árbitro) encheu o Flamengo de amarelo. Tenho que sair feliz com o time. É difícil jogar aqui, ainda mais com um a menos. Fico muito orgulhoso, independentemente da arbitragem desastrosa”, afirmou o treinador.

Por enquanto, o time esquece a Libertadores, pela qual só volta a jogar no dia 26, contra o Emelec, e tentará se recuperar no Campeonato Carioca no clássico com o Vasco. Vindo de duas derrotas consecutivas, o Flamengo ainda terá que superar o cansaço provocado pela longa viagem do México para o Rio e a falta de tempo para treinar, o que só deve acontecer amanhã, no Ninho do Urubu.

Por isso, o treinador não quis confirmar o time que entrará em campo no Clássico dos Milhões. “Nós vamos decidir isso só no sábado. Vamos ver como o pessoal vai reagir. Uma equipe que joga 80 minutos aqui com um a menos e com um pouco de altitude se cansa bastante. Vamos conversar com jogadores, equipe médica e vamos decidir”, afirmou Jayme, sem descartar a hipótese de escalar uma equipe reserva no domingo.