Herói no clássico, Gabriel esteve perto de reforçar o Vasco

René Simões tentou levar o meia para a Colina

Por O Dia

Rio - Autor do gol da vitória do Flamengo sobre o Vasco, o meia Gabriel quase foi jogar no rival. Em 2013, o cruzmaltino tentou contratar o jogador, à época no Bahia, mas os cariocas o queriam por empréstimo, enquanto os baianos pretendiam vendê-lo. A proposta foi feita por René Simões, então diretor-executivo do Vasco, que foi o treinador que subiu Gabriel para os profissionais do Tricolor baiano.

Gabriel decidiu o clássico a favor do FlamengoAlexandre Brum / Agência O Dia

“O Gabriel começou tarde. Foi descoberto em um campeonato de pelada. O presidente do Bahia montou um time e ele jogava com o filho do presidente”, afirmou René Simões, que não economizou nos elogios ao jogador.

“É completo. Excelente passe, velocidade de raciocínio. Lê o jogo muito bem. Mas precisa de rodagem. Na carreira toda, acho que não fez 100 jogos ainda (tem 127)”, disse René sobre Gabriel, de 24 anos.

Três gols em oito jogos

Com o gol do último domingo, Gabriel já igualou a marca de três na última temporada. A diferença é que, em 2013, disputou 43 jogos e, agora, oito. Os companheiros também elogiam muito o meia, que no ano passado vestia a camisa 10, hoje com Lucas Mugni.

“Fiquei feliz pelo Gabriel. Admiro muito o dia a dia dele. O jogo é muito importante, mas no dia a dia ver a alegria com que esse menino trabalha é bem legal. Torço muito e vou continuar torcendo por ele. É um garoto diferente, de uma alegria, uma humildade... Vai longe. Acho que Deus deu um presente para o cara certo”, disse Elano.

Nesta quarta-feira, o herói do Clássico dos Milhões vai jogar contra o Madureira, já que o técnico Jayme de Almeida resolveu escalar o time reserva.