Por bernardo.argento

Rio - Hernane pode ter "brocado" pela última vez na vitória do Flamengo por 3 a 1, sobre o Emelec, no Maracanã, pela Libertadores. O atacante tem uma proposta do Shangai Shenhua, da China e pode ser vendido.

Dentro de campo, o Rubro-Negro não fez um grande primeiro tempo, mas melhorou na segunda etapa. Principalmente após a entrada do meia Gabriel e da expulsão de Achillier, do Emelec. O Rubro-Negro balançou as redes duas vezes na segunda metade da partida e matou o jogo. No final, o Emelec ainda descontou, mas não havia tempo para mais nada.

Com o resultado, o clube da Gávea chegou à segunda posição no grupo sete, com três pontos, atrás do León, o líder, com um a mais.

Hernane comemora o gol com André SantosFernando Borba / Agência O Dia


>>>FOTOGALERIA: Confira as imagens da vitória do Flamengo

O JOGO

Zico foi ao Maracanã acompanhar a partida e assinar o livro de ouro. A presença do ídolo rubro-negro inspirou Elano. O meia cobrou uma falta à la Galinho de Quintino e botou na gaveta para abrir o placar, aos 10 minutos.

No entanto, após o gol, o Flamengo passou a errar muitos passes. Lucas Mugni chegou a ser vaiado por não conseguir dar sequência aos contra-ataques. A única chance de perigo no primeiro tempo foi um arremate de Éverton, da intermediária, que acertou a trave. Já os equatorianos até tentavam assustar, mas esbarravam na falta de qualidade na hora de concluir as jogadas.

Antes dos times voltarem para a segunda etapa, o árbitro da partida pediu para retirar as câmeras colocadas dentro das metas de Felipe e Esteban Dreer. Jayme de Almeida aproveitou para substituir Lucas Mugni por Gabriel. Com a bola rolando, Hernane marcou aquele que pode ser o último gol com a camisa do Flamengo. Aos 9, André Santos driblou um marcador na ponta esquerda, invadiu a área e tocou para o Brocador mandar para o fundo das redes.

Gabriel entrou bem e comandava o meio campo rubro-negro. Aos 27, o meia tocou para Hernane, que mandou a bomba de fora da área, assustando o goleiro equatoriano. A vida do Flamengo ficou mais fácil quando, aos 28 minutos, Achiller foi expulso, após falta em Alecsandro. Um minuto depois, Éverton entrou sozinho na área, driblou o arqueiro, mas a zaga chegou em cima da hora para salvar.

No entanto, o meia não falhou quando teve nova oportunidade. Após passe de Cáceres, Éverton bateu na saída do goleiro e correu para o abraço: 3 a 0. O Emelec ainda descontou no final da partida. Scalada arriscou de longe e não deu chances para Felipe, dando números finais ao jogo: 3 a 1. Na saída do gramado, a nação rubro-negra mandou seu recado e entoou o coro "fica, Hernane!". 

FLAMENGO X EMELEC

Estádio: Maracanã

Árbitro: Neston Pitano

Cartões Amarelos: Léo Moura (Flamengo), André Santos (Flamengo), Achiller (Emelec), Feijão (Flamengo), Éverton (Flamengo), Pedro Quiñónez (Emelec)

Cartões Vermelhos:

Gols: Elano (Flamengo), Hernane (Flamengo), Éverton (Flamengo), Scalada (Emelec)

Flamengo: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Victor Cáceres, Muralha, Elano, Lucas Mugni e Éverton; Hernane

Emelec: Dreer, Achilier, Guagua, Nasuti e Bagüí; Pedro Quiñónez, Giménez, Gaibor e Ángel Mena; Caicedo e Stracqualursi

Você pode gostar