Diante do Bolívar, Flamengo busca maior público do clube na temporada

Após título da Taça GB, Rubro-Negro concentra o seu foco na Libertadores

Por O Dia

Rio - Com a conquista da Taça Guanabara assegurada, o Flamengo ganha confiança para ficar mais perto da classificação na Libertadores. Com três pontos em dois jogos na competição, o Rubro-Negro precisa vencer o Bolívar na quarta-feira, no Maracanã, e aposta na força de sua torcida, que promete comparecer em peso para alcançar o melhor público do clube no ano.

Até a tarde de terça, haviam sido vendidos 28 mil ingressos para a partida contra o Bolívar. Como o melhor público do Flamengo em 2014 foi de apenas 34.726 pagantes na primeira partida pela Libertadores no Maracanã, contra o Emelec, a tendência é que esse número seja batido ainda hoje, até porque os rubro-negros têm motivos para comemorar com os jogadores a conquista da Taça Guanabara pela 20ª vez.

Flamengo promete lotar o MaracanãMárcio Mercante / Agência O Dia

E por ser uma partida importante para o clube, será a oportunidade de a maior torcida do Brasil mostrar sua força, algo que tem deixado a desejar em 2014, já que o Flamengo sofre para encher os estádios. Por conta do alto preço dos ingressos cobrados, nenhuma partida do Rubro-Negro além do Emelec chegou a 20 mil pagantes, nem mesmo os clássicos. Na Quarta-Feira de Cinzas, os reservas rubro-negros chegaram a jogar para inacreditáveis 375 pagantes em Volta Redonda, contra o Bonsucesso.

“Esperamos a torcida em peso no Maracanã e isso nos deixa com a certeza de um bom jogo, com luta, vontade e equilíbrio. Vamos jogar com intensidade ao lado dela. Uma vitória será um passo importante para a classificação”, disse Jayme de Almeida.

Mudança pedida

O Flamengo tenta mudar a data do duelo contra o Bangu, na próxima rodada do Carioca, de domingo para sábado. A ideia da diretoria é receber a Taça Guanabara nesse jogo, que passaria a ser jogado no Maracanã. Entretanto, a Federação do Rio não se mostrou disposta a fazer a modificação.

Caso tenha que jogar no domingo, em Volta Redonda, o Flamengo vai utilizar reservas e juniores, já que pretende viajar para a Bolívia nesse dia para o duelo com o Bolivar pela Libertadores, dia 19.
Duas laterais são problema para a partida

O técnico Jayme de Almeida corre sério risco de perder os seus dois laterais titulares para a partida de amanhã contra o Bolívar, pela Libertadores. Apesar de o exame realizado por Léo Moura não ter constatado lesão alguma na coxa esquerda, o capitão do time ainda sente desconforto no local e será reavaliado nesta terça. Se não tiver condições, seu substituto será Léo, autor de um gol contra o Botafogo.

Já André Santos voltou a sentir dores na coxa esquerdo — mesmo local que o deixou fora do clássico — durante o coletivo de segunda e saiu imediatamente de campo. Assim como Léo Moura, o lateral esquerdo fará tratamento nesta terça em dois períodos para saber se terá condições de atuar amanhã. Se não jogar, João Paulo entra.

Pelo menos Elano não sentiu dores musculares durante toda a movimentação e retornará ao time.