Por bernardo.argento

Rio - Com um time recheado de jovens promessas da base, O Flamengo empatou com o Bangu, por 2 a 2, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela 14ª rodada do Campeonato Carioca. O destaque do duelo foi o atacante Nixon, que marcou dois gols.

Nixon foi o nome do jogo pelo FlamengoAGIF / Divulgação

Marcelo Buarque comando o time, já que Jayme de Almeida e o restante do elenco do Flamengo, viajaram às 17h, para a Bolívia, onde enfrentam o Bolívar, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O Bangu conseguiu o segundo empate contra os grandes. Anteriormente, o time de Moça Bonita ficou na igualdade com o Botafogo, na segunda rodada do Estadual.

O JOGO

No primeiro tempo, o Bangu carimbou a trave do Flamengo por duas vezes. Logo no início da partida, Nixon já quis mostrar serviço batendo prensado para fora. Aos sete, Almir, aquele mesmo ex-Botafogo, recebeu na esquerda, invadiu a área e bateu cruzado, tirando tinta da trave.

A dupla de ataque do Rubro-Negro era formada por Nixon e Igor Sartori. Na primeira jogada envolvendo os dois, Nixon rolou para Sartori tocar para o gol vazio, mas o bandeirinha marcou impedimento, invalidando o que seria o primeiro gol do Flamengo.

Aos 19, a primeira chance de perigo da garotada da Gávea. O goleiro Rafael salvou o Bangu de forma milagrosa por três vezes seguidas. Primeiro, Rodolfo cabeceou à queima roupa e o goleiro espalmou. No rebote, o meia chutou da pequena área e Rafael faz nova defesa. A bola sobrou para Sartori chutar prensado e o camisa 1 do Bangu tirar com o pé, mandando para escanteio.

Logo em seguida, Mattheus, filho do tetracampeão Bebeto, bateu falta com precisão e assustou a meta defendida por Rafael. O Bangu tentava penetrar na área do Flamengo pelas laterias, mas tinha dificuldade. Dessa maneira, o que sobrou foram as tentativas de longe. Juninho arriscou, mas bateu sem perigo. Almir também tentou uma cobrança de falta, mas Luan conseguiu fazer a defesa.

O Flamengo respondeu com Nixon, um dos destaques do primeiro tempo. Igor Sartori fez jogada em velocidade pela direita, e cruzou para o atacante que bateu de primeira, a bola passou perto do travessão defendido, saindo pela linha de fundo.

No fim, blitz do Bangu. Primeiro, Willem bateu forte de fora da área e acertou a trave. Na segunda oportunidade, o centro-avante não desperdiçou passe Rodrigo Pinho e mandou para o fundos das redes: 1 a 0. Almir quase aumentou a vantagem nos acréscimos, acertando a trave após cobrança de falta.

Na volta para a segunda etapa, não deu tempo do Flamengo respirar. Cristiano bateu cruzado e ampliou o marcador: 2 a 0. Perdendo o jogo, Marcelo Buarque resolveu colocar em campo Luiz Antônio, o jogador no fim do ano passado entrou na justiça pedindo a rescisão de contrato com o Flamengo. Deu certo, em passe de Luiz Antônio, Nixon recebeu dentro da pequena área e só empurrou para o gol. 2 a 1.

O Bangu respondeu com Almir, da intermediária o meia bateu cruzado, a bola passou raspando a trave. O Flamengo acordou no jogo. Igor Sartori encontrou Nixon livre na área, o camisa 29 dominou e chutou para empatar a partida: 2 a 2. Depois da igualdade no placar, o duelo esfriou. Tanto Bangu quanto Flamengo não conseguiam criar chances de perigo.

Aos 35, Sartori cobrou escanteio e Mattheus subiu livre, mas cabeceou para fora. No lance seguinte, Mattheus assustou. O filho de Bebeto ajeitou e bateu da meia-lua. A bola passou raspando a trave direita de Rafael.

No final, o time de Moça Bonita quase chegou ao triunfo. Juninho apareceu livre, testou firme, mas desperdiçou a chance de sair com três pontos de Volta Redonda.

FLAMENGO X BANGU

Local: Estádio da Cidadania, Volta Redonda

Árbitro: João Ennio Sobral

Flamengo: Luan, Digão, Frauches, Fernando e Jorge; Leo Henrique, Márcio Araújo, Rodolfo e Nixon; Mattheus e Igor Sartori.

Bangu: Rafael, Felipe Foca, Vagner, Heitor e Christiano; Raphael, Juninho, Rodrigo Dantas e Almir; Willen e Rodrigo Pinho.

Gols: Willen (1ºT: 43'), Cristiano (2ºT: 3'), Nixon (2ºT: 14'), Nixon (2ºT:20')

Cartões Amarelos:

Cartões Vermelhos:

Você pode gostar