Por ulisses.valentim

Rio - Maior fonte de craques para o futebol profissional, o futsal do Flamengo está no CTI. A diretoria demitiu sete funcionários do departamento e acabou com a categoria sub-20 em janeiro, alegando corte de custos. Com isso, foi criada uma situação, no mínimo, contraditória. A equipe, que já havia sido convidada pela Adidas para disputar um amistoso em Paris, irá representar o Rubro-Negro com garotos que não estão mais no clube. A partida será na próxima segunda-feira, no Japy Gymnasium.

É a primeira vez que um time de futsal da categoria tem a oportunidade de realizar uma viagem para a Europa. Por conta deste ineditismo, os atletas que foram dispensados não abriram mão da chance, apesar de já estarem defendendo outros clubes cariocas, a fim de disputar o Estadual. Dos 16 jogadores que faziam parte da equipe, dez viajam amanhã para a França juntamente com a comissão técnica, comandada por Milton Souza.

Time de futsal sub-20 representa o Flamengo em ParisReprodução Internet

O treinador, por sinal, acabou sendo remanejado e passará a dirigir o Sub-15 depois de cinco anos no Sub-20. O panorama criado dificultou a preparação para o confronto internacional e foram realizados apenas cinco treinos. Um deles foi gravado pela Adidas com o intuito de divulgar a partida e já circula na internet.

O que chama atenção com relação à atitude da diretoria é que nenhum garoto da categoria extinta recebia salário, o que coloca em xeque a justificativa de redução de custos. O Rubro-Negro já não conta com a categoria principal do futsal há três anos e, aos poucos, a modalidade vai desaparecendo do clube, como ocorreu com a ginástica olímpica.

Você pode gostar