Por pedro.logato

Rio - O clima de tristeza estava explícito na tarde desta quinta-feira no Ninho do Urubu, um dia após a eliminação do Flamengo na Copa Libertadores. A derrota de 3 a 1 para o León, do México, em pleno Maracanã, que culminou na desclassificação do time no principal torneio sul-americano, ainda não foi superada pelo grupo rubro-negro. Um dos jogadores mais experientes do elenco, André Santos expôs o abatimento com o revés.

"É difícil. Tudo é difícil depois de uma derrota. Claro que queríamos estar vindo aqui por um motivo melhor. Prefiro encarar as coisas de frente, ser homem, por isso vim falar. Temos que saber que lutamos, nos empenhamos. Agradecemos o torcedor, que fez a parte dele e foi incrível. Não conseguimos a classificação. É uma pena, muito difícil de falar, e nos sentimos tristes. Temos família, pessoas que torcem pela gente, e sabemos o quanto queríamos", disse o camisa 27, que fez questão de elogiar a equipe vencedora.

André Santos lamentou derrota do FlamengoDivulgação

"Temos que parabenizar o León, que foi aguerrido e jogou um belo futebol, talvez melhor que nós, e levou a classificação. Não conseguimos encaixar a marcação. A ansiedade em jogos como esses acaba atrapalhando também. Não conseguimos fazer a pressão que devíamos. Com isso, eles acabaram saindo com a bola, tocando", disse o jogador.

André Santos, entretanto, pede para que o time não seja crucificado até o fim da temporada. Para ele, se as críticas pela queda precoce na Libertadores persistirem, os jogadores que estiverem jogando vão sentir a pressão, o que prejudicaria o time. O lateral-esquerdo acredita que é necessário fazer uma análise dos erros cometido pela equipe.

"Um ano não pode se encerrar com uma competição. A pressão vem de fora, mas temos que nos blindar e ficar tranquilos. Se começarem a questionar e falar que está tudo errado, vamos mal o resto do ano todo. Temos que colocar a mão na consciência e saber onde erramos. É preciso uma auto-análise, e ganharmos o jogo de domingo, trazer o título", disse André Santos, que sabe das dificuldades da segunda partida da final do estadual.

"Sabemos que vai ser difícil, o Vasco é excelente. O jogo vai ser disputado, mas vai ser importante para um sequência boa no ano. Podemos começar com um título, depois vem o Brasileiro, a Copa do Brasil, e vamos buscar uma vaga na Libertadores para fazer um ano diferente", concluiu o jogador.

Você pode gostar