Por pedro.logato

Rio - O Flamengo estreia no domingo no Brasileiro preocupado com o desgaste das viagens. Itinerante neste início de campeonato, o Rubro-Negro mandará sua partida contra o Goiás, em Brasília, e planeja outra em Manaus ou Cuiabá. Serão pelo menos seis jogos longe do Maracanã, o que faz Jayme de Almeida ligar o sinal de alerta.

“Ano passado não foi muito bom ficar longe do Maracanã. Mas eu entendo, o clube tem deveres e precisa arrecadar. Viagem é sempre cansativa. Só espero fazer bons jogos, não adianta reclamar. A dificuldade é essa e temos que minimizá-la. É duro, é chato, mas tem que encarar”, afirmou o técnico.

Flamengo vai enfrentar muitas viagens no Brasileiro, antes de pausa para Copa do MundoErnesto Carriço / Agência O Dia

Contra o Goiás, André Santos cumprirá suspensão que deveria ter pago na última rodada do Brasileiro de 2013 (motivo que fez o Flamengo perder quatro pontos no STJD), Everton jogará na lateral, com Mugni no meio.

Quem não terá mais chances é Carlos Eduardo, que não será mais aproveitado por Jayme e está liberado para procurar outro clube.

“Carlos é um menino que eu tenho carinho, mas teve muita dificuldade com a torcida. Com toda essa campanha contra ele, que não pode errar, ficou inviável, é um martírio para ele”, disse Jayme.

Para o Brasileiro, o Flamengo já acertou com Arthur, do Londrina, e também deixou encaminhada a contratação de Henrique, atacante da Portuguesa, e de Marcelo ex-Volta Redonda. Os três virão por empréstimo até o fim do ano.

Você pode gostar