Por rafael.arantes

Rio - O empate com o Goiás não teve o sabor desejado pelo Flamengo. O time da Gávea desembarcou no Rio no início desta tarde sabendo da necessidade de vencer o próximo compromisso, contra o Corinthians. No aeroporto Santos Dumont, o clima era de tranquilidade, mas o objetivo rubro-negro passa a ser apenas a vitória no próximo jogo do Brasileirão.

"O Goiás teve uma proposta de não jogar, saia só nos contra-ataques. Mas como sempre falei, o Brasileiro é o um dos campeonatos mais difíceis do mundo, pois todo jogo é um clássico e tem de ser encarado assim. Contra o Goiás foi complicado, eles marcaram bastante e contra o Corinthians sabemos da necessidade do jogo e vamos encarar como uma final", disse Alecsandro.

Flamengo vacilou e ficou no empate na estreia do BrasileiroCadu Gomes / Agência O DIA

O goleiro Felipe também analisou a situação e afirmou que a equipe de Jayme de Almeida poderia ter rendido mais no duelo deste domingo.

"Jogamos muito abaixo do que poderíamos, ainda mais por uma estreia, mas temos que dar mérito ao goleiro deles, que realizou grandes defesas. Criamos algumas oportunidades no primeiro tempo. Mas temos a semana inteira para treinar e domingo podermos vencer. Ainda faltam 37 jogos pela frente, é claro que o torcedor quer vitória, muita coisa pode acontecer, mas quando se empata o primeiro, é preciso vencer o próximo", afirmou.

Agora, o Fla volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Corinthians, no Pacaembú. Com um ponto, o Rubro-Negro começou a competição na nona colocação.

Você pode gostar