Por pedro.logato

Rio - Ney Franco é o nome da vez, e deve ser anunciado nas próximas horas como o quinto técnico da gestão Eduardo Bandeira de Mello, que ainda não completou um ano e meio no cargo. Jayme de Almeida e o diretor de futebol Paulo Pelaipe foram demitidos. A derrota para o Fluminense apenas propiciou o momento adequado, mas a decisão já estava tomada antes do clássico.

O primeiro contato com Ney Franco aconteceu antes da última rodada. Logo após o empate entre Vitória e Bahia por 1 a 1, o treinador pediu demissão do Rubro-Negro baiano e ficou à espera do desfecho da situação. Ele deve dirigir o primeiro treino, amanhã, no Ninho do Urubu.

Ney Franco está de volta ao FlamengoCarlos Mesquita / Agência O DIA

Assim como Jayme, Ney também chegou ao Flamengo sob desconfiança, em sua primeira passagem pelo clube, em 2006. Naquele ano, assim como seu antecessor, assumiu a equipe durante a Copa do Brasil e conquistou a competição. Em 2007, também ergueu o Estadual.

Na época, Ney foi contratado por Kleber Leite, que é colaborador da atual diretoria e muito próximo ao vice de marketing rubro-negro, Luiz Eduardo Baptista.

O ex-presidente inclusive participou da contratação de Pelaipe, no início do mandato. Jayme estava a perigo desde a eliminação na primeira fase da Libertadores. Algumas convicções do treinador, como o pouco aproveitamento de Lucas Mugni, eram criticadas internamente. Além disso, alguns dirigentes reclamavam que o treinador não levava em conta os dados estatísticos da equipe de análise de desempenho.

Nos números, Jayme tinha argumentos para defender sua posição. Desde setembro de 2013, o treinador dirigiu o time em 53 jogos. Foram 28 vitórias, 14 empates e 11 derrotas — aproveitamento de 61,63 — e dois títulos, a Copa do Brasil do ano passado e o Campeonato Carioca deste ano. Na nota oficial divulgada pelo clube, a diretoria confirma que a mudança já havia sido decidida antes:

“Vemos que chegou a hora da implantação de uma nova etapa, já prevista anteriormente no plano de trabalho elaborado pelo Conselho Diretor do Flamengo. Aos grandes profissionais Paulo Pelaipe, Jayme de Almeida e suas respectivas equipes, cujos trabalhos tantas alegrias deram à Nação Rubro-Negra, fica o nosso maior agradecimento pela maneira séria, correta e dedicada com que sempre trataram o Flamengo.”

Você pode gostar