Por rodrigo.hang

Rio - Em novembro de 2013, Benite era um dos principais jogadores do Flamengo até sofrer uma grave lesão no joelho, que tirou o armador de ação por seis meses. Na semana da decisão do NBB, o camisa 8 voltou a treinar com os companheiros e pode ser um grande reforço no jogo contra o Paulistano, neste sábado, às 10h15, na Arena da Barra. 

Armador Benite volta após grave lesão no joelho e reforça o Flamengo na final da NBBCarlos Moraes / Agência O Dia

"A expectativa está muito boa, estou muito feliz de poder estar treinando com o grupo. Não estou sentindo muitas dores e não está nada fora do normal depois de tanto em recuperação. Ainda bem que eu consegui voltar antes do tempo previsto de recuperação e ter a oportunidade de ajudar a equipe", afirmou, mas garantiu que ainda não está 100% para jogar o tempo todo.

"Eu não estou 100% porque estou há seis meses me recuperando da cirurgia. Se eu for me avaliar eu digo que já estou em 80%, o que para quem volta de contusão já é ótimo. Sei que não serei titular mas já estou muito feliz de poder estar de volta ao time",disse.

Acostumado ao time titular, Benite não vê problemas em ser apenas opção no banco. Na verdade, ele diz que quanto mais peças ofensivas no time, melhor para o grupo. Após sua lesão, o armador viu o argentino Laprovittola assumir com autoridade a posição. Apesar da competição natural pela condição de titular, Benite ressalta que o mais importante é ter um time competitivo.

Benite volta aos treinos antes da decisão entre Flamengo e PaulistanoCarlos Moraes / Agência O Dia

"Eu acho que sempre terá competição em um elenco com jogadores bons e de níveis parecidos. É uma concorrência saudávele que todos sabem que são úteis ao elenco. Num grupo assim você tem que mostrar o seu valor e brigar pela vaga entre os cinco titulares. Isso é bom não só para mim, mas para o grupo também", garantiu.

Quanto ao adversário da final de amanhã, Benite diz que mesmo chegando na condição de surpresa, o Paulistano tem chances de surpreender caso o Flamengo não tenha total atenção. Ele elogiou a regularidade da equipe paulistana durante a fase de classificação.

"O Paulistano se mostrou durante o campeonato inteiro uma equipe bem regular, é um time que briga muito e uma equipe chata de jogar. O fato de alguns não esperarem o time chegar à final, o torna ainda mais perigoso, pois a confiança deles está lá no alto. Os jogadores com certeza irão usar isso a seu favor, por isso o Flamengo tem que estar muito atento a isso", analisou o armador, que demonstrou desejo de continuar no clube da Gávea, já que seu contrato termina após essa temproada.

"Eu quero continuar numa equipe como o Flamengo, é o melhor time do Brasil. Tem uma estrutura fantástica e os torneios que iremos disputar na temporada seguinte são muito atraentes. Por isso eu desejo continuar num clube grande como esse. Se eles me quiserem, estou a disposição", revelou.

Você pode gostar