Por pedro.logato

Rio - O clima realmente pesou na Gávea. Um dia após a derrota diante do Cruzeiro, que colocou o Flamengo na penúltima colocação do Brasileiro, cerca de cem torcedores rubro-negros foram até a sede do clube nesta segunda-feira protestar contra o atual momento do time do Rio de Janeiro.

Diretoria e elenco foram alvo dos protestosUanderson Fernandes / Agência O Dia

Os principais alvos foram os atletas Felipe e André Santos e o vice-presidente de marketing Luiz Eduardo Baptista, o Bap. A manifestação foi pacífica, apesar do clima tenso e foi acompanhada de perto por duas viaturas da Polícia Militar e por seguranças do Flamengo.

"Uh, passa o rodo, manda embora o time todo!", "Mãos para o alto, o ingresso é um assalto!", foram palavras de ordem utilizadas pelos manifestantes.

Após a derrota para o time mineiro, o vice de futebol do Flamengo, Wallim de Vasconcellos anunciou sua saída do clube. Nesta segunda-feira, ele concedeu entrevista coletiva na Gávea e cobrou mais participação da torcida no programa sócio-torcedor.

Você pode gostar