André Santos relata agressão de torcedores: 'Levei chutes e socos'

Lateral do Flamengo foi cercado quando saía do Beira-Rio

Por O Dia

Rio - André Santos sentiu na pela a ira de torcedores do Flamengo e foi mais uma vítima da violência no futebol. O lateral-esquerdo foi agredido após a goleada do Internacional, neste domingo, no Beira-Rio. André Santos relatou o episódio.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

André Santos é mais uma vítima de violência no futebol brasileiroMárcio Mercante

"Eu estava saindo do estádio, estava vindo para Florianópolis, onde moram os meus pais, para resolver compromissos por aqui nesta segunda-feira. E eu saí pela porta da imprensa e nessa hora dei de cara com uns 20 torcedores ou mais do que isso e fui caminhando para a van. Nessa hora eles me viram e não deu tempo de voltar, aí me agrediram com socos, chutes. Eu tentei proteger o rosto para não me machucarem. Eles me deram muitos chutes e me agrediram e não tinha nem como me defender, só estava eu e um segurança e depois chegaram dois policiais civis. Até eu entrar na van, eles me agrediram bastante", disse André Santos no "Encontro com Fátima Bernardes", da TV Globo.

LEIA MAIS: Fla desembarca no Rio sob protestos e clima tenso: 'Time sem-vergonha'

O lateral-esquerdo do Flamengo alertou para o problema de violência no futebol brasileiro.

"Eu joguei cinco anos na Europa e confesso que estava desacostumado com isso. No nosso país é normal, mas não podemos encarar com normalidade. São diversos casos no nosso país. Temos de ver isso com mais seriedade. Ontem foi comigo, mas pode acontecer com qualquer um", disse.

LEIA MAIS: Fla repudia agressão de torcedores a André Santos: 'Atitude criminosa'

Nesta segunda-feira, o Flamengo emitiu uma nota oficial de repúdio ao episódio e classificou a agressão ao lateral como uma "atitude criminosa".

LEIA MAIS: Mulher de André Santos se revolta após agressão ao lateral: 'Bandidos'