Luxemburgo vê evolução no Flamengo e projeta clássico com o Corinthians

'Vamos jogar contra uma equipe marcadora e precisaremos buscar o gol', declara o técnico

Por fabio.klotz

Rio - Apesar de duas derrotas seguidas no Brasileiro, Luxemburgo afirmou nesta sexta-feira que tem visto virtudes na equipe do Flamengo. Contra Grêmio e Goiás, o técnico observou que o time fugiu de suas características e teve mais posse de bola na partida. Para ele, o Fla precisa encontrar uma forma diferente de atuar, já que os adversários estão estudando o Rubro-Negro.

Luxa aponta o caminho para o Flamengo seguir no BrasileiroMárcio Mercante

"Minha equipe não é limitada, tem uma característica. O time não tem a técnica do Cruzeiro, então precisamos jogar da forma que sabemos. Nossa equipe luta, dobra marcação, joga no contragolpe, então não podemos tentar jogar pressionando. Desde que identificamos isso, crescemos na competição e saímos de último. Por isso os adversários passaram a nos estudar e contra o Grêmio o Felipão achou o jeito de jogar e jogou por uma bola. Temos de achar uma maneira de jogar quando enfrentarmos times com essa característica", disse.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Luxa reconheceu que o início do returno do Campeonato Brasileiro será complicado. Ele entende que a série de cinco vitórias seguidas deu uma certa vantagem para o Fla sair da confusão, mas a briga para se afastar da zona de rebaixamento continua.

"Tinha projetado um início do segundo turno complicado. Vou enfrentar oito, nove grande equipes, onde será a parte mais dura da competição. A tabela não pode ser feita dessa forma para nenhuma equipe, com tantos clássicos em tão pouco tempo. Nossa competição é para baixo e agora perdemos a gordura que tínhamos de oito pontos e diminuiu para cinco. Precisamos nos recuperar logo", analisou

Neste domingo, o Flamengo terá pela o Corinthians, no Maracanã, às 16h, buscando a reabilitação na competição. Apesar da boa fase do adversário, que é 3º colocado no Brasileiro, Luxa espera um jogo aberto por se tratar de um clássico e estuda uma maneira de vazar a melhor defesa da competição.

"Vamos jogar contra uma equipe marcadora e precisaremos buscar o gol. O jogo será difícil porque eles gostam de jogar no contra-ataque. Então é essencial achar um jeito de jogar da nossa maneira. Apesar de eles brigarem lá em cima e a gente lá embaixo, é um clássico e tudo pode acontecer", afirmou.

Luxa terá praticamente todo o elenco à disposição para o jogo e contará com o retorno de Cáceres, que defendeu a seleção paraguaia. Luiz Antonio está relacionado, mas a participação do volante não está confirmada.

* Colaborou Edsel Britto

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia