Luxemburgo quer resgatar o passado no Flamengo

Time encerra contra o Inter série de jogos do segundo turno que, no primeiro, não foi dirigido pelo técnico

Por O Dia


Rio - O Flamengo encerra contra o Internacional, hoje, às 19h30, no Maracanã, os jogos do segundo turno cuja sequência, no primeiro, não teve Vanderlei Luxemburgo no comando da equipe. Foi a derrota por 4 a 0 para o time gaúcho que provocou a demissão de Ney Franco. O aproveitamento do atual treinador no período é duas vezes melhor do que o acumulado pelos seus antecessores, mas está longe do ideal.

Jayme de Almeida e Ney Franco somaram uma vitória, quatro igualdades e cinco derrotas nas 11 primeiras rodadas — aproveitamento de 21,21%. Com Vanderlei, o time, em dez jogos no segundo turno, ganhou três, empatou três e perdeu quatro — conquistou 40% dos pontos. Se vencer, o índice sobe para 45,45%.

Flamengo enfrenta o Internacional no Rio de JaneiroCarlos Moraes

Se o Campeonato Brasileiro tivesse começado no segundo turno, o Flamengo estaria em 16º, à beira da zona do rebaixamento, empatado com o Criciúma, que viria logo atrás. Apesar disso, parece consenso que a chegada de Vanderlei deu outra cara ao Rubro-Negro. O treinador, porém, não sabe se continua no clube em 2015. Há três meses na Gávea, ele ainda não assinou contrato.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

“Temos que pensar no presente porque queremos sair da zona da confusão. Esse assunto (a situação de Vanderlei) a gente deixa para a diretoria”, disse Eduardo da Silva, que, junto com o treinador, marcou o início da recuperação do Flamengo. “É difícil falar porque eu não estava aqui desde o primeiro dia, mas acho que se o Vanderlei e eu tivéssemos chegado mais cedo a situação poderia ser melhor”, completou o atacante, que em 15 jogos no Brasileiro fez sete gols.

SUCESSO CONTRA O G-5

Se a goleada sofrida para o Internacional no primeiro turno por 4 a 0 serve de alerta, o desempenho do Flamengo contra times da parte de cima da tabela traz esperança. Dos cinco primeiros colocados no Brasileiro, o Rubro-Negro só não venceu no Maracanã o São Paulo, vice-líder — perdeu por 2 a 0.

Em casa, o time bateu o líder Cruzeiro (3 a 0), o quarto lugar Atlético-MG (2 a1) e o quinto Corinthians (1 a 0). Hoje, pega o Colorado, que está em terceiro. “Temos jogado bem contra essas equipes. Que continue assim. Vencer esses times dá confiança para a partida seguinte”, disse Eduardo da Silva.