A bola está com Rodrigo Caetano no Flamengo

Últimos detalhes serão discutidos na segunda-feira. As duas partes, no entanto, mantêm a cautela

Por O Dia

Rio - Faltam poucos detalhes para que o Flamengo anuncie Rodrigo Caetano como novo diretor de futebol. Os últimos pontos serão discutidos na segunda-feira, quando o dirigente retorna de viagem. Ele está de férias com a família na Costa do Sauípe, na Bahia, e ainda trata o assunto com muita cautela, mesmo quando conversa com amigos próximos.

Rodrigo Caetano também interessa ao Palmeiras, que lhe havia feito uma oferta financeiramente superior a do Flamengo. Mas um recuo dos paulistas e o fato de o ex-diretor de Vasco e Fluminense ter hoje sua base familiar no Rio pesaram a favor da escolha pela Gávea.

Rodrigo Caetano pode ir para o FlamengoDivulgação

Nesta sexta-feira, a amigos, ele disse que resolveria seu futuro na próxima semana e que o Flamengo era uma real possibilidade. Mas evitou dar o acerto como sacramentado. Com a chegada de Rodrigo Caetano, a diretoria espera que seja possível, com pouco dinheiro, montar um time competitivo. O diretor, no entanto, terá que administrar a pressão de Vanderlei Luxemburgo, que insiste na necessidade de o Flamengo buscar reforços de mais peso do que Thallysson e Arthur Maia, indicados pelo próprio treinador, que julga imprescindível a presença de pelo menos um ídolo em potencial no grupo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

A diretoria espera que o prestígio de Rodrigo Caetano no mercado seja capaz de manter Vanderlei concentrado apenas na função de treinador. Além disso, a amizade que os dois cultivaram nas Laranjeiras ajudaria a manter o ambiente do clube sob controle. Com Felipe Ximenes, a relação era fria e estritamente profissional.

Elevado à referência de gestão ao devolver o Vasco à Série A, em 2009, e conquistar pelo clube a Copa do Brasil, dois anos depois, Rodrigo Caetano também começou muito bem no Fluminense. Em 2012, conquistou o Estadual e o Campeonato Brasileiro.

Na temporada passada, porém, participou do rebaixamento do Tricolor, que conseguiu a permanência na Série A graças ao erro da Portuguesa, rebaixada pelo STJD. Em parte da campanha , o Flu foi dirigido por Vanderlei. Neste ano, o Vasco, com Rodrigo Caetano como diretor, foi vice-campeão carioca e conseguiu mais uma vez o acesso à elite do futebol. A campanha na Série B, porém, foi bastante contestada.