Jadson viaja com o Corinthians para os EUA e otimismo esfria no Flamengo

Rubro-Negro ainda não descarta um futuro acerto com o meia

Por O Dia

São Paulo - Com o fracasso do Corinthians na contratação do atacante Dudu e a viagem de Jadson com o elenco comandado por Tite para a pré-temporada nos EUA, os dirigentes rubro-negros já não nutrem o mesmo otimismo sobre a contratação do meia. Embora o Flamengo não tenha jogado a toalha, o clube continua atento ao mercado. Por enquanto, as entrevistas de Arthur Maia e Thallyson, nesta sexta-feira, em Atibaia, fecharam o pacote de apresentações dos cinco reforços que a diretoria contratou para 2015.

LEIA MAIS: Flamengo apresenta Arthur Maia e Thallyson, apostas de Luxa para 2015

Meia Jadson ainda pode pintar no FlamengoDivulgação

Vanderlei Luxemburgo conta com 26 jogadores no elenco que está hospedado no resort no interior paulista. O treinador quer trabalhar com 28 atletas, número máximo de inscrições permitidas pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

"Não é segredo para ninguém que o Flamengo segue buscando duas peças para fechar, pelo menos inicialmente. Uma posição vocês já sabem (meia). Temos um grupo qualificado, forte, reduzido para que tenhamos qualidade até de treinamento, como o Vanderlei sempre pediu, e seguir o que foi planejado", disse o diretor-executivo de futebol, Rodrigo Caetano.

O dirigente falou ainda sobre a situação dos jogadores que não serão aproveitados nesta temporada. Alguns já estão com destino definido. Na quinta-feira, Caetano esteve no Rio para conversar com todos. O caso mais delicado é o do goleiro Felipe, que está fora dos planos de Vanderlei, mas tem contrato até o fim do ano e alega ter dez meses de direitos de imagem a receber.

"Qualquer coisa tenha sido falada foi antes de ontem (quinta-feira). A minha forma de atuar é sempre a mesma: transparência dentro do vestiário. Não mando e nem recebo recado pela imprensa. Se algo aconteceu antes (declarações públicas do goleiro), não vou avaliar. Só daqui pra frente. Falamos da real situação dele. Ele é um atleta inteligente, esclarecido, está vendo com o staff dele o melhor acordo, que será também o melhor para o Flamengo. Enquanto isso, treina com a mesma condição, embora não com a mesma perspectiva, dos que estão aqui (Atibaia)."

Entre os jogadores que estavam no clube em 2014 e ficaram no Rio e os que voltam de empréstimo, alguns já sabem onde atuarão este ano.

"O Léo foi para o Inter, o Amaral para o Vitória na negociação pelo Arthur Maia, o Bruninho vai para o XV (de Piracicaba), o Rodolfo e o Welinton jogarão no Coritiba e a tendência é que o Negueba também, e o Thomás ficou na Ponte", disse o diretor. Há a possibilidade ainda de Rafinha defender o Atlétiico-GO.