Flamengo quer vencer para derrotar o ‘crise à vista’

Em quinto lugar no Carioca, Rubro-Negro precisa bater o Friburguense para entrar de novo no G-4

Por O Dia

Rio - A quinta colocação no Campeonato Carioca causa incômodo no Flamengo. Um tropeço diante do Friburguense, hoje, às 16h, no Engenhão, deixará o cheiro de crise no ar. Com uma vitória, porém, o time pode saltar à vice-liderança, dependendo de outros resultados. Entre a tranquilidade de Vanderlei Luxemburgo e o espanto de Gabriel, o Rubro-Negro se equilibra para tentar voltar ao G-4.

Flamengo enfrenta o Friburguense neste sábadoCarlos Moraes / Agência O Dia

“Perder para o Botafogo é algo que pode acontecer. Estou satisfeito com o trabalho e com algumas coisas que estamos conseguindo fazer na competição”, disse Vanderlei.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Gabriel concorda e enaltece a atuação do Flamengo na derrota para o Alvinegro. Mas, questionado sobre o quinto lugar — além de perder para o Botafogo, o time empatou com Macaé e Madureira —, o atacante rubro-negro revela seu desconforto.

“É inesperado, né? Tomara que seja temporário e que a gente volte logo lá para cima”, afirmou o jogador.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Para esta tarde, o Flamengo coleciona problemas. Na defesa, além de fazer o primeiro jogo após a saída de Léo Moura, não conta com Samir, que tem lesão na coxa direita e deve ficar afastado por um mês. Entra Bressan. Na lateral esquerda, Anderson Pico volta, depois de passar por uma artroscopia no joelho.

Arthur Maia, com fadiga muscular, também desfalca o time. A tendência é que o meio-campo tenha Márcio Araújo e Canteros na proteção da zaga e Lucas Mugni na armação. O argentino nunca se firmou, é contestado por parte da torcida e tem sido pouco aproveitado. Ainda sem Everton, a equipe jogará com Eduardo da Silva, Marcelo Cirino e Gabriel na frente.