Flamengo para no Nova Iguaçu e vê título da Taça Guanabara escapar

Agora, Rubro-Negro vai enfrentar o Vasco no próximo domingo, às 16h, no Maracanã, pela semifinal do Campeonato Carioca

Por O Dia

Rio - O Flamengo foi atropelado, nesta quarta-feira, não pelo Nova Iguaçu, mas pelo caminhão de gols que perdeu, no empate em 0 a 0, no Moarcyzão. Com o tropeço vexatório, o Rubro-Negro, vaiado ao fim da partida, caiu de cara no vice-campeonato da Taça Guanabara. Na semifinal, contra o Vasco, terá a vantagem de dois empates. Se passar para a decisão, porém, não manterá o benefício caso encontre o Botafogo, que ficou com o título.

Não era a noite de Alecsandro e do Flamengo...André Mourão

Diante de um adversário que agonizava na tabela, o Flamengo parecia acreditar que resolveria o jogo a qualquer momento. O Rubro-Negro dominava a partida, mas não com ritmo de decisão. Mesmo assim, as chances apareciam. E o time, comandado por Deivid - Vanderlei Luxemburgo cumpria suspensão -, abusava de perder gols.

No primeiro tempo, Alecsandro, livre, em condição legal, finalizou de calcanhar, fraco, para Jefferson defender, aos 28. Cinco minutos depois, Cesinha evitou o gol após Lucas Mugni tocar por cobertura. Para piorar, o sistema de auto-falante do estádio anunciou o gol do Botafogo sobre o Macaé. A notícia deu um choque de realidade no time rubro-negro, que pareceu só naquele momento acreditar que era possível perder o título.

FOTOGALERIA: Confira as imagens do empate entre Flamengo e Nova Iguaçu

“Estamos com a bola, mas não conseguimos penetrar, eles jogam com dez atrás. Conseguimos algumas vezes, está faltando colocar a bola para dentro”, disse Wallace, no intervalo.

No segundo tempo, o nervosismo passou a ser o maior adversário do Flamengo. Nem os artilheiros do Campeonato Carioca Alecsandro e Marcelo Cirino conseguiam mudar o placar. O camisa 7, logo aos 2, recebeu de Pará, livre na área, e chutou por cima.

Eduardo da Silva, sem goleiro, não aproveitou cruzamentos de Pará e Alecsandro, aos 13 e aos 18. O camisa 9, cinco minutos depois, desperdiçou outra chance clara. No fim, após Eduardo da Silva e Wallace ainda perderem mais duas chances, aconteceu o lance mais incrível do jogo. Jefferson rebateu chute de Marcelo Cirino. No rebote, Alecsandro acertou o travessão e Eduardo da Silva, de primeira, isolou. Não era a noite dos artilheiros do Flamengo.

FICHA TÉCNICA

NOVA IGUAÇU 0X0 FLAMENGO

Estádio: Moacyrzão
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Gols: -
Cartão amarelo: Rodrigues (Nova Iguaçu) e Eduardo da Silva (Flamengo)
Cartão vermelho: -

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Cesinha, Rhayne, Rodrigo Almeida e Rodrigues; Paulo Henrique, Vinícius Matheus, Luan e Dieguinho (Glauber, aos 31' do 2ºT); Marlon e Oliveira; Técnico: Carlos Vitor.

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, Marcelo, Wallace e Anderson Pico; Jonas (Jajá, aos 31' do 2ºT), Luiz Antonio e Mugni (Eduardo da Silva, aos 10' do 2ºT); Gabriel (Matheus Sávio, aos 19' do 2ºT), Marcelo Cirino e Alecsandro; Técnico: Deivid.