Por fabio.klotz

Rio - O Flamengo lida com a frustração de ter deixado o título da Taça Guanabara escapar após o empate sem gols com o Nova Iguaçu. A maturidade do elenco rubro-negro é um trunfo para se livrar da decepção, analisa Wallace. E a primeira chance de virar a página será neste domingo, contra o Vasco, às 16h, no Maracanã, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca.

Wallace mira volta por cima já neste domingoDivulgação

"A melhor coisa do futebol é que domingo está aí, quarta-feira está aí... Não há muito tempo para lamentar. Lamentamos até 5h da manhã, que foi quando dormi, e agora é pensar no Vasco. Alguns lidam com a frustração mais facilmente, outros com mais dificuldade, mas a equipe já demonstrou que tem maturidade", destacou Wallace, na quinta-feira.

LEIA MAIS: Flamengo confirma a contratação do lateral-esquerdo Armero

O capitão do Flamengo não espera facilidade no duelo com o Vasco e descarta que o resultado de quarta-feira vá influenciar no desempenho do time.

LEIA MAIS: Flamengo tenta curar ressaca para chegar à semifinal com sede de vitória

"Vai ser um clássico equilibrado. Não vejo o fato dos resultados no meio de semana fazerem diferença. Em campo, não entra. O que temos que fazer é estudar o Vasco novamente, ver no que evoluíram e não permitir que tenham o sucesso que tiveram contra o Volta Redonda. Temos de ficar atentos aos detalhes, a Taça Guabanara foi definida assim", analisa Wallace.

LEIA MAIS: Bom para quem? Ferj lucra mais do que Botafogo, Flamengo, Flu e Vasco

Após deixar o título da Taça Guanabara escapar, a pressão no Flamengo aumenta. Wallace encara o fato com naturalidade.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

"Tudo é muito grande no Flamengo. As coisas têm proporção macro. A obrigação de ganhar é normal. Time que está acostumado a vencer tem de estar acostumado com esse tipo de cobrança. Há também uma cobrança interna. Quem não quer ser campeão? A externa é natural, mas também temos nossa pressão um com o outro. A derrota nos deixa com a luz muito mais acesa", finalizou.

Você pode gostar