Colombiano na mira do Flamengo

O habilidoso Juan Quintero é o novo candidato a camisa 10 do clube

Por O Dia

Rio - O Flamengo segue sua busca por um camisa 10. Após a pífia atuação contra o São Paulo, os dirigentes rubro-negros intensificaram a procura por um meio-campo. Depois das tentativas pelo argentino Walter Montillo fracassarem, o clube concentra seus esforços no colombiano Juan Quintero, que esteve na última Copa do Mundo, e atualmente defende as cores do Porto, de Portugal.

Juan Quintero pode acertar com o FlaReprodução Instragram

Aos 22 anos, o baixinho canhoto é visto como uma joia do time português, que o contratou junto ao Pescara para ser o sucessor do compatriota James Rodriguez, vendido ao Monaco e hoje no Real Madrid. Quem está intermediando o negócio é o ex-jogador Deco, que é ídolo do Porto, e tem ótima relação com a diretoria dos Dragões.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

O Rubro-Negro tenta o empréstimo do jogador que tem multa rescisória de 40 milhões de euros. Nessa temporada, Quintero fez 29 jogos entre Liga Portuguesa, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga dos Campeões, sendo apenas 12 como titular, marcando três vezes.

Caso acerte com o colombiano, o Flamengo terá dois problemas imediatos. Com grandes chances de ser convocado para a Copa América do Chile, Quintero só se juntaria ao time ao fim da participação colombiana na competição. A final está marcada para 1º de julho. Além disso, o Flamengo só poderia escalá-lo a partir da 13ª rodada por conta da abertura da janela de transferências.

Enquanto isso, Almir e Arthur Maia lutam pela titularidade do meio-campo rubro-negro para a partida contra o Sport, domingo, no Maracanã. Contra o São Paulo, no último domingo, Luxemburgo escalou Almir e elogiou o ex-jogador do Bangu após a derrota por 2 a 1.

Petros pode ser o reforço

O volante Petros, do Corinthians, pode ser a nova atração no Ninho do Urubu. Pouco utilizado por Tite, ele viria para dar mais opções ao meio-campo do time rubro-negro.

Como o Corinthians só aceita negociar o jogado em definitivo, o Fla deve comprar os direitos federativos do jogador, que é visto pela cúpula do futebol como grande oportunidade de negócio no futuro.