Advogada de Robinho deixa o futuro do atleta aberto e não descarta Flamengo

Marisa Alija não vê Santos como prioridade e comenta sobre uma possível ida do craque ao Rubro-Negro

Por O Dia

Rio - O futuro de Robinho ainda é um mistério. Apesar de ter contrato com o Santos até o dia 30 de junho, o atacante, que acertou sua rescisão com o Milan, está livre para negociar com qualquer outro clube. Após especulações sobre sua ida ao Flamengo, vista com bons olhos, porém complexa, pelo vice de futebol do Flamengo Alexandre Wrobel, foi a vez da advogada do atleta, Marisa Alija, comentar sobre uma possível saída do atleta do Peixe. Em entrevista, ela afirmou que não existe prioridade do time paulista e não descartou o Rubro-Negro dos planos do jogador.

"Ele estava vinculado a outro clube e não tínhamos nem porquê estar expandindo a outro tipo de negociação naquele momento. Agora vamos começar a ouvir as propostas. Se vier do Flamengo vai ser maravilhoso. Vamos sentar e analisar em conjunto. Não vejo prioridade (do Santos). Óbvio que vamos escutar o que o Santos tem para oferecer, até por uma questão de princípios. Mas vamos escutar o que é melhor para o jogador", afirmou Marisa Alija em entrevista à Rádio Brasil.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Robinho tem contrato com o Santos até o fim de junhoDivulgação

A advogada aproveitou para explicar sobre as supostas matérias envolvendo o nome de Robinho, que alegavam que ele teria exigido regalias para vestir a camisa rubro-negra. O caso também foi comentado por Wrobel, que negou que o atacante teria feito pedidos para atuar no Rio de Janeiro. 

"Isso foi veiculado por uma pessoa irresponsável. Na Europa e no continente asiático, existe muito isso de facilitar casa por conta da rotatividade do jogador. Nos grandes clubes, que são patrocinados por grandes marcas, os jogadores são obrigados a usar carros dados, por exemplo. No Brasil isso não existe. Nunca houve essa exigência pelo Robinho", finalizou a advogada.