Em tom ameno, Wrobel comenta saída de Luxa: 'Agradecemos pelo trabalho'

Vice de futebol deu uma alfinetada sobre as declarações do treinador: 'Devemos entender de futebol, pois o contratamos'

Por O Dia

Rio - Um tom bem ameno foi utilizado pelo vice-presidente de futebol, Alexandre Wrobel, para comentar a saída e as declarações de Vanderlei Luxemburgo do Flamengo. Acompanhado pelo diretor executivo, Rodrigo Caetano, o dirigente do Rubro-Negro concedeu uma entrevista coletiva no começo desta noite no Ninho. Além de falar sobre a polêmica envolvendo o ex-treinador, Wrobel garantiu que o Rubro-Negro ainda não tem um novo nome para assumir o comando do clube carioca.

Alexandre Wrobel e Rodrigo Caetano em entrevista coletiva no NinhoAndré Mourão

A coletiva de Alexandre Wrobel e Rodrigo Caetano no Ninho do Urubu aconteceu horas depois de Luxemburgo ter feito muitas críticas á cúpula rubro-negra. Segundo o ex-comandante, os dirigentes do Flamengo "não entendem de futebol". O vice-presidente do Rubro-Negro abriu a cerimônica agradecendo Luxa pela passagem pela Gávea.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

"Primeiramente, vamos deixar o nosso agradecimento (ao Luxemburgo) pelo trabalho, grande profissional, e infelizmente por algumas circunstâncias nos levaram a tomar essa decisão", afirmou para em seguida comentar as críticas feitas pelo técnico.

"Sobre Luxa dizer que a diretoria não entende de futebol: respeito isso, é opinião dele e temos que respeitar. Acho que a gente entende um pouco, pois o contratamos, mas não temos o que falar em relação a isso", disse.

Alexandre Wrobel também falou sobre as acusações de Luxemburgo de que tanto ele, o ex-treinador, quanto Rodrigo Caetano, diretor executivo, não participam das decisões da cúpula de futebol do Rubro-Negro.

"Todos os profissionais participam de reuniões, o Luxemburgo sempre participou, o Rodrigo é nosso diretor-executivo e que o conselho tomou essa decisão com conversas ao longo do dia do curso com o Vanderlei", esclareceu.

Sobre o substituto de Luxa, o dirigente preferiu não citar nomes e chegou até comentar se Petkovic, ídolo rubro-negro, poderia assumir o comando da equipe. "Pet é um ídolo, mas temos um cuidado para primeiro fazer a saída do Luxemburgo para depois procurar outro treinador", finalizou.