Alecsandro: 'Jogar no Flamengo é isso. Tem ganhar na quarta e no domingo'

Camisa 9 admite momento complicado e pressão sobre o time, e pede para que os mais experientes tomem frente na situação

Por O Dia

Rio - A crise de fato chegou ao Flamengo. Após anunciar a chegada de Cristóvão Borges nesta quarta-feira, o Flamengo foi a campo no maracanã contra o Náutico e ficou apenas no 1 a 1, pela Copa do Brasil, chegando ao seu quarto jogo sem vitória. O resultado é ruim e o momento do Rubro-Negro parece pior ainda. Mesmo assim, o atacante Alecesandro acredita que o grupo deve ter tranquilidade para lidar com a pressão.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

"A gente tem que ter tranquildiade. Não podemos deixar um problema causar o outro. Domingo é outra competição. Jogar no Flamengo não é fácil. É difícil, mas é gostoso demais. Se eu pudesse, jogaria aqui minha carreira toda. O torcedor cobra isso e temos que entender que aqui é Flamengo", afirmou.

Alecsandro admitiu que o momento é de pressão no FlamengoUanderson Fernandes

Nesta noite, a equipe foi comandada pelo auxiliar permanete do Flamengo, Jayme de Almeida. Com o novo comando, Alecsandro afirmou que é o momento de blindar os garotos, mas lembrá-los que jogar no time da Gávea é pressão o tempo inteiro.

"Nós temos um grupo jovem, cheio de garotos e não podemos deixar isso atingir eles. Daqui a pouco a bola queima por causa da pressão. É o momento dos jogadores mais velhos blindarem os mais jovens, mas passar para eles que jogar no Flamengo é isso. Tem que ganhar na quarta e ganhar no domingo", destacou.

A partida de volta contra o Náutico, pela Copa do Brasil, acontece depois da Copa América, no dia 22 de julho. No próximo domingo, o Flamengo irá enfrentar o Fluminense, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro tem apenas um ponto na competição e ocupa a 17ª colocação no Brasileiro.