Audiência trabalhista de Ronaldinho contra o Flamengo é adiada no Rio

Ausência de testemunhas cancelou a sessão que foi remarcada para setembro. Jogador cobra R$ 40 milhões

Por O Dia

Rio - Ficou para o dia 4 de setembro o terceiro round entre Ronaldinho Gaúcho e o Flamengo, na Justiça. O craque cobra nos tribunais cerca de R$40 milhões incluindo direito de imagem e danos morais. O julgamento foi adiado a pedido do Flamengo devido à ausência de duas testemunhas importantes para a defesa, o técnico Vanderlei Luxemburgo e o ex-jogador e diretor de futebol da época, Zinho.

Ronaldinho Gaúcho falou pouco e tirou fotos com fãsCarlos Moraes

“Vou procurar saber o motivo do Zinho não ter ido, já o Luxemburgo a gente sabia que era mais difícil, por ele morar em Belo Horizonte”, lamentou Bechara Neto, advogado do Flamengo.

Na próxima audiência, as testemunhas serão obrigadas a comparecer sob pena de receber algum tipo de sanção da Justiça.

“Fica a critério do juiz definir a multa que pode variar de um a dois salários mínimos”, informou Bechara, que não descarta um acordo com Ronaldinho. “O Flamengo está sempre aberto ao diálogo, ma não há nenhuma negociação em curso”.

Já a advogada de Ronaldinho Gaúcho, Gislaine Nunes, disse pode existir um acordo, desde de o clube não ofereça valores irrisórios. Se não houver acordo entre as partes, na próxima audiência, caberá ao juiz dar a sentença. Mas o processo não termina aí, pois as partes ainda poderão recorrer.

A primeira audiência entre o R10 e o Flamengo aconteceu em novembro de 2012, entretanto, não houve qualquer tipo de acordo naquela ocasião.

Assis ainda não sabe qual time Ronaldinho jogaráCarlos Moraes

O litígio começou nesta ocasião. Durante a pré-temporada, o craque teria levado uma mulher, escondida, para o hotel onde estava hospedada a delegação Rubro-Negra, em Londrina-PR. O incidente foi a gota água para a conturbada saída do jogador da Gávea. Já o Flamengo alega na defesa que o jogador teve mau comportamento e prejudicou a imagem do clube.

Nesta sexta-feira, o craque compareceu pela manhã à 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho, no centro do Rio de Janeiro, para a audiência. A sessão durou cerca de 30 minutos mas ele nem chegou a depor.

Ronaldinho na Turquia

Desde a sua chegada à Vara Trabalhista, Ronaldinho foi muito assediado por torcedores no local. O jogador foi simpático e posou para fotos, mas evitou conversar com os jornalistas. O ex-camisa 10 da Seleção disse apenas “estar de férias”.

Seu irmão e empresário, Assis, também compareceu ao Tribunal. Ele disse que R10 ainda não definiu seu futuro, Mas deu a entender que o Antalyaspor, da Turquia é favorito. “Acho que seria muito legal para o futebol turco se Ronaldinho fizesse dupla com Samuel Eto'o, mas ele ainda está de férias e não definiu seu futuro”.