Vitória no clássico pode colocar Fla de Oswaldo no caminho certo do G-4

Embalado pelas três vitórias seguidas, Rubro-Negro está apenas quatro pontos da sonhada zona da Libertadores

Por O Dia

Rio - O Fla-Flu de domingo, às 16h, no Maracanã, pode catapultar o Rubro-Negro à briga por uma vaga na Libertadores. Uma nova realidade que em nada lembra o passado recente, quando Cristóvão Borges foi demitido, e o futebol do clube estava em crise. Oswaldo de Oliveira renovou no elenco a confiança, que cresce a cada vitória e serve de força para saltos maiores na tabela de classificação. Quando Oswaldo chegou, o Flamengo vinha de derrota por 4 a 2 para o Palmeiras e estava em 13º lugar, a quatro pontos da zona de rebaixamento e a dez do G-4.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Dezesseis dias e três vitórias depois, o Rubro-Negro começou a decolar. Hoje, quatro pontos separam o Flamengo do quarto colocado, enquanto a distância para o 17º colocado aumentou para nove. Oswaldo, porém, prefere se apoiar no trabalho a apostar apenas na injeção de ânimo dada pelos três resultados positivos seguidos — o time tem 100% de aproveitamento no returno.

Alan Patrick tem sido o destaque do Flamengo na sequência de vitórias no BrasileiroAndré Mourão / Agência O Dia

“Claro que a sequência de vitórias mexe com a confiança do grupo. O cara que entra altivo, de peito aberto tem muito mais chance de vencer”, disse o treinador, que emendou: “Quando você consegue vencer jogos consecutivos, a equipe sempre tem essa iniciativa. Mas o fato de ter vencido o último não quer dizer que a gente vai ganhar o próximo.”

Com a frequência de dois jogos por semana, o descanso passa a fazer parte do treino. Na falta da prática, a teoria entra em campo. Oswaldo usa e abusa dos recursos audiovisuais. Além exibir cenas dos últimos jogos e dos treinos, ele mostra como gostaria que a equipe se movimentasse, tomando como exemplo times europeus. Atlético de Madri, Stuttgart, Porto e Bayern de Munique já serviram de inspiração.

“O Oswaldo, com toda a sua capacidade, está dando uma boa continuidade no trabalho do Cristóvão Borges. Está aprimorando as nossas qualidades e corrigindo erros, junto com o esforço de todo o grupo. Resultado disso é essa sequência”, afirmou o goleiro Paulo Victor.

SEM ACORDO COM RONALDINHO GAÚCHO NA JUSTIÇA 

Em audiência final, realizada ontem, na 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho, Flamengo e Ronaldinho não chegaram a um acordo. Agora, as partes aguardam a sentença. O jogador pede R$ 40 milhões por danos morais e atrasos salariais. Os advogados do Flamengo contestam a cobrança, pois alegam que o comportamento de Ronaldinho arranhou a imagem do clube.

Marcio Duarte e Zinho, diretor do clube na época e atual auxiliar técnico do Vasco, testemunharam pelo Flamengo. Davi Ferreira de Lima e Alexandre Vidal, ex-fotógrafo do clube falaram a favor do R-10.