Kayke comemora a boa fase do Fla, mas frisa que o desafio é se manter no G-4

No desembarque da equipe após a vitória sobre em Santa Catarina, atacante preferiu manter a cautela e evitar oba-oba

Por O Dia

Rio - A boa fase e a sequência de seis vitórias seguidas do Flamengo no Brasileiro não só trouxe novas perspectivas para a equipe na competição, assim como fez com que os tocedores almejem voôs mais altos e sonhem com o título. Um dos responsáveis pelos resultados positivos, Kayke comemorou a reviravolta do Fla no campeonato, mas fez questão de manter a cautela e evitar o oba-oba no desembarque do time nesta segunda-feira no Aeroporto Santos Dumont.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

"Estamos pensando passo a passo. Lógico que a equipe está muito feliz pelas atuações, pelos gols marcados por todos, poucos gols sofridos... Mas temos que ir pensando partida a partida. Chegamos agora ao G4 e o mais difícil é se manter. Ter os pés no chão, encarar cada partida como se fosse uma decisão. E a gente está fazendo isso muito bem", disse Kayke.

Um dos responsáveis pela vitória sobre a Chapecoense ao abrir caminho com um golaço no primeiro tempo, Paulinho foi o mais procurado, mas preferiu não falar com os jornalistas. Além dele, Kayke, Paulo Victor, Canteros e Oswaldo de Oliveira tiveram seus nomes gritados pelos cerca de 50 torcedores presentes. Na quinta-feiar, o Flamengo tenta emplacar a sétima vitória seguida contra o Coritiba, às 21h, no Mané Garrincha, em Brasília.

Kayke fez questão de frisar que o desafio do Flamengo a partir de agora é se manter no G-4Gilvan de Souza / FlaImagem