Por jessica.rocha

Rio - Os números mostram que, por enquanto, o custo de ter Guerrero foi maior que o benefício para o Flamengo. Contra o Vasco, porém, o atacante tem a chance de fazer a sua cotação subir na bolsa de satisfação da torcida. Até aqui, um gol do peruano tem saído por R$ 1,32 milhão e, cada partida disputada, por R$ 600 mil. Ele ainda desfalcará o time em 25% dos jogos restantes do Campeonato Brasileiro, a serviço da seleção peruana.

Guerrero não vive um dos seus melhores momentosGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

O clube já gastou aproximadamente R$ 6,6 milhões com Guerrero — R$ 4,8 milhões em luvas, mais R$ 600 mil mensais. Valor que trouxe, de retorno esportivo, cinco gols, em 11 jogos disputados, e duas assistências, de acordo com o Footstats.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Dados que não abalam as convicções do diretor-executivo do Rubro-Negro, Rodrigo Caetano. Ele coloca na conta da CBF qualquer perda técnica sofrida, mas garante que o peruano vale o investimento: “A opinião pública diz que ele é o maior atacante da América do Sul. O que a gente considera prejuízo é ele ser constantemente convocado. O problema todo é o calendário. O Brasileiro é o único campeonato do mundo que não para em datas Fifa. Mas não vamos contratar? É incoerente.”

Guerrero ficou fora de oito partidas desde que estreou contra o Internacional, por causa de uma lesão, sofrida na eliminação da Copa do Brasil diante do Vasco. Mas já perderia três desses jogos, para defender a sua seleção em amistosos. As Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 ainda vão tirá-lo de três das 12 rodadas restantes do Brasileiro: Figueirense, no Orlando Scarpelli, em 14 de outubro; Goiás, no Maracanã, dia 8 de novembro; e Santos, na Vila Belmiro, em 18 do mesmo mês.

As críticas ao calendário nacional são antigas. Do discurso à prática, Caetano dá o primeiro passo e busca, pelo diálogo, uma mudança para os próximos anos: “Estive falando com o Gilmar (Rinaldi, coordenador de seleções da CBF) hoje (terça). Isso causa um prejuízo irreparável.”

JORGE RENOVA E PROJETA CONQUISTAS

O Flamengo não perdeu tempo e renovou o contrato do lateral-esquerdo Jorge até 2019. Principal revelação do Rubro-Negro no ano, o jogador se firmou como titular, barrando Armero, da seleção colombiana. A diretoria estendeu o vínculo para evitar perder a nova joia de forma precoce.

Cria da Gávea, Jorge se mostrou feliz com a valorização. Ele, que antes tinha compromisso com o Flamengo até 2017, sonha em voar alto vestindo o manto sagrado.

“Sempre tive o objetivo de crescer aqui dentro e chegar ao profissional. Quero fazer história aqui no Flamengo. Estou muito feliz com esse novo contrato. Espero que sejam mais quatro anos de amadurecimento, afirmação e títulos”, disse.

Você pode gostar